.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, novembro 24, 2005

Conselho de Ética divulga nota oficial a ser enviada ao STF

Conselho de Ética divulga nota oficial a ser enviada ao STF. A notícia é de Iolando Lourenço, repórter da Agência Brasil:
Brasília - O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados afirma, em nota oficial sobre o processo contra o deputado José Dirceu (PT-SP), que é "um tribunal político, onde o referendo final será dado não pelos 15 membros do órgão, mas pelos 513 deputados federais". A nota será enviada ao Supremo Tribunal Federal a fim de conclamar os ministros a compreenderem o papel, as funções e a missão dada ao Conselho: "a defesa da ética e do decoro, a defesa do nome, conceito e reputação da instituição, do Poder Legislativo, e dos mais sagrados valores da democracia representativa e do mandato parlamentar". No caso específico do deputado, a nota informa que uma linha de argumentação sugere que teriam sido utilizadas provas ilícitas por parte da relatoria, "o que não é verdade, mesmo porque boa parte delas se encontrava à disposição da opinião pública". De acordo com o documento, os integrantes do Conselho consideram seu trabalho uma das tarefas mais árduas e constrangedoras, "mas não se furtam à busca da verdade com total transparência, rigor e senso de justiça". Sobre a inversão de testemunhas questionada por Dirceu, a nota afirma que não teria prejudicado o parlamentar, que teve direito irrestrito a defesa. O Conselho de Ética também esclarece que não possui poderes para fazer convocações, seja de testemunhas da defesa, seja de testemunhas da relatoria. "Algumas dessas testemunhas têm sido erroneamente designadas como testemunhas de acusação, quando o relator, na maior parte das vezes, deseja apenas ouvir outros ângulos da questão que não aqueles apresentados pelo acusado e as pessoas que ele designou para socorrer-lhe em sua defesa", afirma a nota.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home