.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quarta-feira, novembro 09, 2005

Lula promete a Delcídio gás mais barato na fronteira

O blog publica notícia enviada pelo colega jornalista Cadú Bortolot, da assessoria do senador corumbaense e pantaneiro Delcídio Amaral (PT-MS):
Por saber a importância do desenvolvimento industrial para Mato Grosso do Sul, o senador Delcídio do Amaral (PT/MS) está conversando com lideranças nacionais e empresários para viabilizar os investimentos da Termopantanal, em Corumbá. Na manhã de hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu com Delcídio o compromisso de estudar a possibilidade de viabilizar um valor menor para o gás natural que será usado na região de fronteira.
No fim da reunião, realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, Delcídio disse que tudo está caminhando nesse sentido. Amanhã (10) o governador Zeca do PT vai se encontrar com o Ministro de Minas e Energia Silas Rondeau e o presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, para fechar o valor diferenciado do gás na fronteira.
Diversos projetos elaborados para a região apostam no estabelecimento de um preço menor para o gás natural boliviano na região e dependem do aval da Petrobrás. Segundo Delcídio, investimentos da ordem de US$ 180 milhões estão em compasso de espera por causa da demora de alguns diretores da Petrobrás em definir um valor diferenciado para o produto. Além disso, o atual preço do gás natural boliviano, de US $ 4 por milhão de BTU, é considerado alto e, segundo Delcídio Amaral, inviabiliza qualquer projeto na região.
Para amenizar o impacto desse custo, foi feito um duto auxiliar saindo da Bolívia, o que reduziu o percurso do produto até Corumbá. Mas, o não cumprimento do acordo já firmado com a Petrobrás, no início da elaboração dos projetos, prejudica o cronograma de investimentos. A meta é definir o preço de US $ 2,60 / milhão de BTU para viabilizar não só a usina Termopantanal, como também o projeto de produção de ferro gusa.
- Mostrei ao presidente que não é possível que um projeto em Corumbá, que fica ao lado da Bolívia, pague o mesmo preço pelo gás natural que se paga no Rio Grande do Sul, no final do gasoduto - ponderou o senador Delcídio Amaral.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home