.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Para diretor de programa, Igreja Católica diminuiu resistência à camisinha

Para diretor de programa, Igreja Católica diminuiu resistência à camisinha. A notícia é de Cristina Índio do Brasil, repórter da Agência Brasil:
Rio - Pesquisas recentes têm revelado maior disposição dos brasileiros para o uso de camisinha nas relações sexuais. O diretor do Programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids (DST/Aids), Pedro Chequer, atribui parte desse avanço à uma flexibilização da Igreja Católica no Brasil diante dos preservativos, postura oposta à resistência adotada nos anos 80.
Em entrevista ao programa Notícias da Manhã , da Rádio Nacional , Chequer lembrou que há 25 anos a Igreja buscava interferir nas mensagens e na política pública de prevenção. Nessa época, o Ministério da Saúde trabalhou para se afastar das questões religiosas e filosóficas, priorizando as evidências cientificas para a promoção da saúde. "Hoje, a população católica aderindo cada vez mais ao preservativo. Um dos mais importantes expoentes da Igreja, Dom Eugênio Sales, escreveu um artigo onde não questiona mais o preservativo, apenas solicita que acrescesse a questão da abstinência e a parceria única, mostrando que a Igreja tem avançado", cita Pedro Chequer.
Segundo o diretor, a Igreja tem sido parceira em várias circunstâncias no esforço nacional de preservação da vida e bem estar da população. Nesse sentido, em 1997, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) criou a Pastoral da Aids. "Ela tem sido uma parceira muito constante, inclusive, construindo condições para que outras igrejas latino-americanas e da África portuguesa possam ter uma mensagem mais avançada e coerente com o que entendemos como adequada à prevenção da Aids", revela.
No ano passado, a cantora Daniela Mercury foi impedida de cantar no Concerto de Natal do Vaticano por participar de campanhas em defesa da utilização do preservativo. O veto foi criticado por ministros e especialistas em saúde, não tendo sido levado em conta no planejamento das políticas de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis.

2 Comments:

Anonymous Mariano David Soares said...

Corumbá-MS, 25 de dezembro de 2008.
Pedido de Satisfação.
Olá sociedade brasileira, fui chamado atenção pela Igreja, de eu ter aceitado o preservativo camisinha para maiores de dezoito anos. Alegou que a mesma é radicalmente contraria à Doutrina Cristã, e que seu uso é em hipótese nenhuma.
Navegando pela Internet, deparei com a Campanha Anti-Aids, onde a Itália está na eminência de aprovar a camisinha. Dizendo inclusive que a proibição da mesma é um tabu. Um TABU coisa nenhuma é a Lei de Deus, portanto, quero uma explicação.
Se o Vaticano e a Igreja concordassem com meus ideais: camisinha após os dezoito anos seria um mal menor duque essa vergonha, aberração, afronta... Camisinha em praça pública. Em escolas sem comentário. O sexo é SAGRADO, e ambos tem que casarem virgens é a Lei de Deus! Namoro e noivado não é sexo. Junto com a resposta, quero uma explicação também sobre a Objeção da Consciência. Existe ou não? Vocês estão me fazendo mentir? Se existe, ninguém é obrigado a cumprir determinação do Governo. Se for, peça demissão já. Estou propondo isso ao bem de vocês mesmo. Pois Cristo disse: não quero que nem um dos que crer em mim se perca. A não ser que você não acredita.
Se isso acontecer, a Campanha: Fraternidade em Defesa da Vida desse ano 2008 torna-se inválida. Até mesmo a igreja está alegando que estamos no Século XXI. Para o Doutrina Religiosa não existe Século. Cristo disse: Eu sou o mesmo de ontem, amanhã e sempre. O céu e a terra há de passar, mas minhas palavras não passarão.
Eu estou achando que esse silêncio, tem alguma coisa a ver que vocês estão me escondendo alguma coisa, como por exemplo, que a camisinha já está sendo distribuída em escolas. Se o Vaticano; a Igreja aprovar a camisinha, feche as portas, deixe o encardido Reinar em Paz. Pois, a partir daí, torna-se inválido, Mateus 16, 13-19. As portas dos infernos prevalecerão contra a Igreja. A frase bíblica: crescei e multiplicai-vos, também tornará inválida Se você autorizar, e continuar comungando, estará TRAINDO JESUS. Quem não é por mim, é contra mim. Quem comigo não ajunta, espalha. Apartai-vos de mim maldito, para o fogo eterno. Pergunto, se Deus resolver destruir Corumbá e Ladário com uma chuva de enxofre ardente, será que terá um Ló para ser avisado a sair da cidade? E uma Sara, mesmo olhando pra trás e se tornando uma estátua de sal? Estou começando a entender, o porquê não assinaram meu Evento: O Sexo conforme a Lei de Deus, e também a não presença dos convidados. Mas o silêncio e a ausência de vocês, não me fará desistir. Quem perseverar até o fim será salvo, (Mateus 10,22) Não vou deixar escoar pelo ralo, 40 anos de fé. Tudo o que me doutrinaram na Igreja católica, vou cobrar.
Não esquecendo que, a partir de 2009, se a Igreja ministrar a camisinha, a jovem de 15 anos só terá direito a festa e presente se for virgem, senão, estamos incentivando o sexo a menor. A noiva terá que ser submetida ao exame de castidade. Só assim, apesar da promiscuidade, estaremos ainda, conservando a Lei de Deus. Se a Igreja aceitar a camisinha, Mateus 6, 24 torna-se inválido. Isto é, estaremos servindo a dois senhores: a Deus e a Mamon, o Diabo.
Obs: esse e-mail é válido também para os “evangélicos”, protestante porque também estão em silêncio. Reitero: não omita, responda já. Atenciosamente,
Mariano. Ex-sócio da TV CN.




Itália quebra tabu e menciona 'camisinha' em campanha anti-Aids
Governo omitia palavra cedendo a pressões do Vaticano.
Valquíria Rey - BBC
Tamanho do texto? A A A A
de Roma - O Ministério da Saúde da Itália resolveu quebrar um tabu e lançar uma campanha de prevenção da Aids usando, pela primeira vez, a palavra "preservativo" em anúncios de televisão.

Diferente do Brasil, que usa a palavra camisinha nas campanhas preventivas da doença, as autoridades de saúde italianas sempre omitiram a palavra ou a menção explícita ao preservativo em suas campanhas públicas, preferindo utilizar mensagens mais sutis como "proteja seu amor".

Mas, agora, devido à preocupação com os números recentes sobre a disseminação da doença no país, o Ministério da Saúde italiano decidiu quebrar o tabu, criado, em grande parte, devido à forte influência da Igreja católica no país.

O Vaticano condena o uso de camisinha e a promoção de seu uso através de campanhas é vista como um convite a uma vida imoral e hedonista.

A igreja defende a fidelidade dentro dos casamentos heterossexuais e castidade e abstinência como as melhores maneiras de combater a Aids.

A nova campanha, que visa sensibilizar a opinião pública sobre a importância da prevenção na luta contra a Aids, será centrada em um filme, que será veiculado em canais de TV e filmes a partir do início do próximo ano.

O filme, que coloca a camisinha como principal instrumento contra a infecção do vírus HIV e de outras doenças sexualmente transmissíveis, foi gravado na última quinta-feira no aeroporto internacional de Fiumicino, em Roma.

O comercial é centrado na história de dois casais - um jovem e outro adulto -, que se encontram dentro de uma farmácia no aeroporto.

O jovem tem vergonha de comprar a camisinha, mas a garota toma a iniciativa e ainda pensa em oferecer uma à outra mulher, que troca um sorriso com o homem a seu lado. Em seguida todos os passageiros vão comprar preservativos, deixando o embaraço de lado.

"Vencemos um tabu", disse a diretora do comercial, Francesca Archibugi. "Ter sempre um preservativo no bolso é melhor que não tê-lo".

O material publicitário mostrará também as cifras da Aids na Itália, onde cerca de quatro mil pessoas são infectadas pelo vírus HIV todos os anos - mais de uma a cada duas horas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

sábado, dezembro 27, 2008 12:04:00 PM  
Anonymous Mariano David Soares said...

Referente o Jornal Local 1ª Edição de 03 de agosto de 2009.
Isso é resultado da distribuição de preservativos, camisinha. O sexo está muito vulnerável. Se não deter essa prática com urgência, não temos moral para combater o tráfico. Medite nas mensagens abaixo:
Atenção Brasil! Referente minha Campanha, não pode ficar só em teoria. Precisamos também da prática. Só escrever; falar pode não surgir efeito desejado. Isto é, a pessoa pode não dar crédito e até mesmo cair no esquecimento. Então, para que haja maior concordância, é preciso que paralelo com a teoria haja também a prática. A partir desse ano de 2009, se a Igreja independente de credo, continuar no silêncio sobre a distribuição de preservativos, a família passará por uma reciclagem de Educação. Se não quiser voltar aos anos da década de 1950, isto é, uma educação rigorosa, a jovem adolescente e a noiva terão de sofrer um certo constrangimento para que sirva de punição. Caso contrário irá continuar como está e a Sociedade ficará de mal a pior. Trocando em miúdos, a jovem ao completar 15 anos, só terá direito a festa e presentes se for pura, donzela, se não estaremos fomentando o sexo na adolescência. A noiva por sua vez, terá de ser submetida ao exame de castidade. Caso já tenha o hímen rompido, não terá direito a festa e nem o casamento no religioso. Caso contrário, a Igreja estará faltando com a verdade, mentindo que o sexo só será praticado após o casamento. O não cumprimento a essas determinações, acarretará a traição a Deus e em conseqüência, o domínio do mal. Isto é, não teremos paz no além. A Sociedade tem que entender que a família tradicional e conservadora estava certa: forçando a filha a casar ou expulsando-a de casa. Tanto é Verdade que depois que a avó passou a cuidar de netos, sem saber, ou sabendo quem engravidou sua filha, que a Sociedade ficou assim. Não tem nada de o namorado infrator assumir a criança não! Tem que assumir a mãe também. Isto é, casando no civil e no religioso. Cuidado! A epidemia, o surto da Gripe Suína, Gripe “A” (H1N1), pode ser um castigo paralelo pelo querer combater o castigo da AIDS e o sexo continuar livre. Não esqueçam de Sodoma e Gomorra. Nunca é demais prevenir, mas sem camisinha, com PUREZA! Maiores detalhes sobre minha Campanha, acesse no Google: Mariano David Soares/Preservativo. Ou Dhitt.Castidade. Atenciosamente,
Mariano.
Corumbá-MS, 1* de agosto de 2009. Para: Secretária Simone e dirigentes da Paróquia São João Bosco. E aí, devolveram o Dvd sem fazer a autocrítica? Esse Dvd não era para ser devolvido! Era para meditar, tirar cópia e passar adiante. A impressão que ficou é que nem assistiram. Enquanto a Igreja, a Sociedade e a Mídia ficar em silêncio, é pior pra vocês. Vocês estão convidados a lerem e meditarem: São Mateus 10, 16. Ta bom! Dos males, um menor: não engavetaram. Criatividade da Industria: Parece que está surgindo uma luz no final do túnel. O Jornal Hoje de hoje, 1*/Ago/09, levou ao ar uma reportagem sobre a reciclagem do látex da bexiga, balão para confecções de piso, tapetes, sola de sapatos... Quem sabe se o material do preservativo camisinha, não seja também reciclável! Não as usadas, é claro, as intactas. Se for reciclável, por favor, ajuda-me a espalhar essa idéia urgente para todo o Brasil. Contra partida, vocês assistiram o Jornal local 1ª Edição de hoje, 1*/Ago/09? Em Três Lagoas-MS está havendo uma distribuição em massa de preservativos, logo pra quem? Para os caminhoneiros que já são vistos como promíscuos, no sentido de beneficiar aliciando suas mulheres, carona. Até mesmo garotas donzelas, virgens. As Igrejas do Brasil, com esse silêncio, fazendo vista grossa, estão se comportando como um zero à esquerda. Está havendo um comentário que o movimento do preservativo, está gerando um lucro fabuloso para o Brasil. Será que está servindo para comprar também o silêncio das...
Mariano.

quarta-feira, agosto 05, 2009 8:06:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home