.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, março 31, 2006

Relatório final da CPMI dos Correios será votado na terça

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios marcou para terça-feira (4), às 14 horas (horário de Brasília), a votação do relatório final do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR).
O PT já anunciou que vai apresentar um relatório paralelo. Segundo Maurício Rands (PT-PE), que foi relator-adjunto da CPMI, o partido pretende evitar a utilização política do documento. Para isso, o PT deve apresentar complementos ao que foi omitido e quer retirar conclusões que não estejam amparadas nas investigações. "A interseção com o relatório de Serraglio será muito grande, mas há problemas que fragilizam o texto. Um relatório frágil favorece a impunidade", explicou Rands.
O deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR), que atuou como sub-relator de Movimentação Financeira da CPMI, adiantou que seu partido não admitirá que sejam retirados do relatório a conclusão sobre o "mensalão", as fontes do "valerioduto" e os indiciamentos questionados pelo PT. "Essa é a espinha dorsal do relatório", disse Fruet. O sub-relator de Contratos, deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), teme que uma disputa sobre o texto inviabilize sua votação. "Não ter relatório é a verdadeira pizza, e há muitos interessados em que não haja", alertou o deputado. Ele sugere que se busque o máximo entendimento com o relator, para que as mudanças sejam feitas. Osmar Serraglio, de seu lado, já havia declarado que, havendo evidências, aceitaria mudanças no relatório. "Estou aberto para reexaminar, mas é preciso mostrar que estou errado", afirmou o relator.
O prazo de funcionamento da CPMI termina em 10 de abril.
As informações são da Agência Câmara.
Veja a íntegra do relatório

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home