.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

terça-feira, maio 30, 2006

Serys protesta contra inclusão do seu nome entre "sanguessugas"

A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) afirmou hoje, da tribuna, que vai processar dois jornais de Cuiabá pela publicação do seu nome entre os denunciados por participação na chamada Operação Sanguessuga, da Polícia Federal, que apura desvio de recursos públicos aprovados no Congresso pela máfia das ambulâncias.
Serys protestou de forma veemente contra os responsáveis pela notícia envolvendo seu nome como autora de emendas ao orçamento da União que se destinaram à compra de ambulâncias superfaturadas e reforçou sua indignação afirmando que, "pela notícia que foi publicada timidamente pelos jornais de Mato Grosso", emendas de sua autoria datam do ano de 2001, período em que nem sequerera deputada federal ou senadora.
Na opinião da senadora, o fato é característico de anos de eleições, "quando adversários políticos tentam enxovalhar nomes de pessoas idôneas".
As informações são da Agência Senado

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home