.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

terça-feira, dezembro 19, 2006

Depoimento de pilotos está em consonância com provas do inquérito, afirma delegado

O delegado da Policia Federal Ramón Almeida da Silva afirmou há pouco que "grande parte" do depoimento dos pilotos do Legacy, que colidiu com o avião da Gol, em setembro deste ano, está em consonância com as provas obtidas no inquérito que apura as causas do acidente. Silva explicou que os pilotos teriam ficado em silêncio quando perguntados sobre se houve dificuldade de comunicação entre eles e os controladores de vôo em razão do emprego da língua inglesa na troca de informações técnicas. "Eles ficaram em silêncio, esse é um direito constitucional deles", disse. O delegado também garantiu que o indiciamento dos pilotos não teve caráter político e que não sofreu pressões da Aeronáutica, companhias de seguro, empresas aéreas ou autoridades quanto ao andamento das investigações sobre o acidente. "Nenhuma pressão ou interferência foi exercida, não recebi nenhum bilhete para que a investigação adotasse este ou aquele rumo", afirmou. Silva disse que não existe prazo para a conclusão do inquérito da PF sobre o acidente. Segundo ele, a questão é complexa e sem precedentes na instituição.
As informações são da Agência Senado

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home