.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, dezembro 02, 2005

Freire defende a autoconvocação do Congresso para apurar denúncias

O deputado Roberto Freire (PPS-PE) está defendendo a autoconvocação do Congresso Nacional. Para ele, seria “uma irresponsabilidade” a Câmara e o Senado entrarem em recesso no meio de uma crise grave como a que o país está vivendo. Na avaliação de Freire, o Congresso precisa continuar respondendo “àquilo que, para nós, é básico, nessa tragédia brasileira: as questões da corrupção, as investigações feitas pelas CPIs e pelo Conselho de Ética e os processos de cassação”. Para o deputado, esses assuntos não devem ser paralisados por um recesso, “que não pode existir”.
A autoconvocação não traz custos adicionais para o país. “Se promovermos agora um recesso, em meio ao lamaçal que o Brasil vive, no qual o Congreso está envolvido – com parlamentares sendo investigados -, evidentemente estaremos comprometendo o respeito da sociedade pelo parlamento”. A opção da autoconvocação, salienta Freire, propiciará a votação de pontos da agenda mínima elaborada pelos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Aldo Rebelo e que será submetida ao colégio de líderes para traçar as votações mais urgentes em 2006. “Aquilo que não votarmos até dezembro, votaremos no período da autoconvocação”.
As informações são de Valéria de Oliveira, do site do PPS (Partido Popular Socialista).

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home