.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, janeiro 26, 2006

Filho de Marinho pede para não ser responsabilizado

Moreira Mariz/Agência Senado
O chefe da Divisão de Endereço Eletrônico do Departamento de Negócios e Operações da Internet dos Correios, Maurício da Silva Marinho, começou seu depoimento na Sub-Relatoria de Contratos da CPMI dos Correios nervoso e chorando. Ele pediu para não ser responsabilizado pelo erro que outros cometeram. O depoente é filho do ex-chefe do Departamento de Contratação e Administração de Material, Maurício Marinho, pivô do escândalo de corrupção na empresa por ter sido filmado recebendo R$ 3 mil de propina, supostamente destinada ao PTB. O filho, por sua vez, é suspeito de ter cometido irregularidades na relação com empresas que tinham contratos com a estatal.
Maurício da Silva Marinho disse que, após o escândalo envolvendo seu pai, nunca mais participou de nenhuma reunião relacionada à licitação que ele gerenciasse. Ele afirmou que vem sofrendo um assédio moral na empresa. "Se houve irregularidade no contrato que eu gerenciei, e eu acredito que não tenha havido, eu garanto que não foi por má-fé".
Reunião
O depoente informou ter participado, na terça-feira (24), de uma reunião a portas fechadas com o chefe do Departamento de Negócios e Operações na Internet, Antonio de Paula Braquehais, e com duas testemunhas, os funcionários dos Correios Alex Nascimento e Marcos Antônio Rezende. Nesse encontro, teria sido pedido a Maurício da Silva Marinho que detalhasse seu depoimento hoje na CPMI.
Segundo ele, o encontro não foi formal e Braquehais anotou tudo o que ele disse à mão e pediu ao depoente que assinasse todas as anotações. Mauricio da Silva Marinho disse que não assinará os papéis enquanto não receber orientação de advogados. Ele entregou uma cópia desses papéis ao sub-relator de Contratos José Eduardo Cardozo.
A reunião está temporariamente suspensa para que Maurício da Silva Marinho se acalme. Os trabalhos são realizados na sala 13 da ala Senador Alexandre Costa, no Senado.
As informações são da Agência Câmara.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home