.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quarta-feira, março 29, 2006

Deputado desafia Alckmin a mostrar contratos de publicidade

Notícia do Portal do PT:
O deputado estadual paulista Hamilton Pereira (PT) desafiou nesta quarta-feira (29) o governador Geraldo Alckmin a provar sua propalada transparência com a apresentação, de maneira detalhada, de todo os investimentos em publicidade oficial.
“O Sr. Geraldo Alckmin só poderá dar o que chama de ‘banho de ética’ se nos mostrar onde foi investido cada centavo dos recursos de publicidade de todos os órgãos públicos do Estado de São Paulo”, disse Pereira.
A afirmação do parlamentar surgiu após denúncias, investigadas pelo Ministério Público paulista, de que o banco estatal Nossa Caixa favorecia parlamentares na distribuição de verba publicitária, em troca de apoio no Legislativo.
A verba de publicidade do banco Nossa Caixa teria sido usada em jornais, revistas e programas mantidos ou indicados pelos deputados Wagner Salustiano e Vaz de Lima, do PSDB, Edson Ferrarini e Bispo Gê, do PTB e Afanasio Jazadji, do PFL. O governo estaria ligado ao esquema por meio do então assessor de comunicação de Geraldo Alckmin, Roger Ferreira, exonerado do cargo na segunda-feira (27).
“A partir desse fato, não é difícil imaginarmos que esses cinco deputados foram favorecidos com recursos da Nossa Caixa, mas que o restante dos deputados da base aliada do governador Alckmin certamente pode ter sido favorecido por contratos de publicidade de outros órgãos públicos”, defende Hamilton Pereira.
A Comissão de Finanças e Orçamento da Assembléia Legislativa convocou para a próxima sexta-feira (31) uma sessão extraordinária, às 14h15, a fim de discutir requerimento de auditoria especial do Tribunal de Contas do Estado sobre contratos de publicidade celebrados pelo banco Nossa Caixa.
“E esse é só um passo porque a nossa briga será pela instalação de uma CPI que apure essas denúncias, já que envolvem um volume de R$ 25 milhões”, defende Hamilton Pereira.
O deputado também critica a afirmação do Alckmin de que seu governo é transparente. “Só nós é que sabemos a quantidade de barreiras, impostas por este governo, que teremos que driblar para conseguir instalar esta CPI”, afirma Hamilton.
“Se um governo que manobra para engavetar 69 pedidos de CPIs na Assembléia Legislativa é transparente, não sei mais o que é transparência”, ironiza o deputado.
Além da não aprovação do pedido de uma CPI para investigar o caso, a bancada de sustentação do governador na Assembléia Legislativa também conseguiu impedir a convocação do presidente da Nossa Caixa, Carlos Eduardo Monteiro, e de Jaime de Castro Júnior, ex-gerente de marketing da Nossa Caixa, autor das denúncias, para prestarem depoimento aos deputados.

As informações são da assessoria do deputado Hamilton Pereira.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home