.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

segunda-feira, setembro 18, 2006

2007 será o ano da renegociação da dívida de MS, prevê Trad

O jeito “petista de administrar” contribuiu para elevar a dívida de Mato Grosso do Sul, que antes da posse do governador José Orcírio Miranda dos Santos estava fixada em R$ 2,5 bilhões, saltou nos últimos sete anos e oito meses para pouco mais de R$ 6 bilhões. A observação foi feita pelo deputado federal e candidato à reeleição Nelson Trad, do PMDB, acreditando que 2007, com a eleição de André Puccinelli para o cargo de governador, será o ano da renegociação da dívida.

Além do apoio da representação sul-mato-grossense no Congresso Nacional (oito deputados e três senadores), dos 78 prefeitos, 721 vereadores e 24 deputados estaduais, segundo Trad, a eleição de Geraldo Alckmin na presidência da República, é outro fator que precisa ser analisado com especial atenção por parte dos 1.561.181 eleitores (766.557 homens e 794.624 mulheres) regularmente cadastrados junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Nelson Trad, que em campanha tem passado o país a limpo, não deixando nenhuma pergunta dos eleitores sem resposta, é um nome que conquistou a confiança e o respeito da maioria dos deputados e senadores pela seriedade como atua sem pré em defesa da ética, da transparência, da seriedade. Seu discurso soa bem aos ouvidos de todas as idades.

O próprio candidato a governador, André Puccinelli, do PMDB, reconhece em Trad um político indispensável para liderar o processo de renegociação da dívida que tanto prejuízo tem causado ao desenvolvimento econômico do Estado, além de comprometer a qualidade de vida das pessoas que sonham com um futuro promissor

Nelson Trad, durante as reuniões políticas em que tem participado, tem assegurado que não abrirá mão do voto de confiança da população para defender os interesses de Mato Grosso do Sul. Amenizar a voracidade do Governo Federal no recebimento da dívida, segundo ele, é questão de honra para os políticos que tem compromisso com MS.

Agenda – De acordo com a coordenação da campanha do candidato à reeleição, Nelson Trad, o único compromisso agendado hoje (17), será cumprido a partir das 07h00, na Vila Guanabara, em companhia do ex-prefeito de Maracaju e candidato a deputado estadual, Reinaldo Azambuja. Os organizadores a participação de 200 pessoas.

Fonte: Roberto Costa, da Assessoria de Imprensa do deputado federal Nelson Trad

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home