.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

terça-feira, setembro 19, 2006

Delcídio comemora fábricas em Três Lagoas

O candidato ao governo do Estado da coligação "Um novo avanço para Mato Grosso do Sul", Delcidio do Amaral (PT), comemorou hoje o anúncio de que o município de Três Lagoas vai ganhar uma fábrica de papel da International Paper (IP) e uma indústria de celulose do Grupo Votorantim. Juntos, os dois empreendimentos vão exigir investimentos de US$ 2 bilhões até 2009 e gerar milhares de empregos diretos e indiretos.
-É um momento histórico para Mato Grosso do Sul. Fico feliz em ver um projeto em que eu, o governador Zeca do PT, a prefeita Simone Tebet e membros da bancada do estado no Congresso Nacional nos empenhamos pessoalmente. Com esse complexo de papel e celulose, Mato Grosso do Sul entra definitivamente em um novo estágio de desenvolvimento. Vamos trabalhar agora para oferecer toda a infra-estrutura logística exigida como a construção de uma ponte rodo-ferroviária sobre o Rio Paraná, na divisa com São Paulo – afirmou Delcídio, que visitou hoje Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Paranaíba e Três Lagoas.
A fabricação de papel e celulose em Três Lagoas, na avaliação de Delcidio, vai incentivar o reflorestamento daquela região do Estado, que hoje tem na pecuária praticamente a única atividade economicamente viável.
- São empreendimentos com um grande potencial para geração de emprego e renda – afirmou o candidato. Só a construção das duas fábricas deve gerar até 10 mil empregos, incluindo os indiretos. O projeto deve elevar em 300% o Produto Interno Bruto de Três Lagoas, 13,5% o de Mato Grosso do Sul e em 0,5%, o do País. A fábrica da International Paper terá capacidade para produzir 200 mil toneladas de papel por ano.
- Essa é a mudança que pretendemos no perfil econômico do estado. Essas fábricas, além de gerar emprego e renda para a população, vão ampliar os nossos horizontes, agregar tecnologia. Vamos ter, também, que investir em cursos técnicos e na qualificação da mão-de-obra, para que os nossos jovens possam disputar esses novos empregos. Processo semelhante está sendo iniciado em Corumbá, com o pólo minero siderúrgico. É o que chamo de um novo avanço para Mato Grosso do Sul – explicou.
Delcidio lembra que Três Lagoas reúne as condições apropriadas para a implantação do projeto, por apresentar base florestal constituída e consolidada desde os anos 80. Além disso, o município tornou-se pólo de desenvolvimento regional, devido à sua proximidade de fontes de energia elétrica e gás natural, infra-estrutura de logística para recebimento de insumos e escoamento de produtos e disponibilidade hídrica no rio Paraná. Com a viabilização do projeto, haverá a dinamização da economia local, possibilitando a criação de novos empregos e incentivos ao desenvolvimento da indústria, comércio e serviços .
A construção e operação da fábrica de celulose serão viabilizadas por meio de uma permuta de ativos com a Votorantim Celulose e Papel S/A (VCP). A Votorantim entregará sua fábrica de papel em Luiz Antonio (SP), avaliada em US$ 2 bilhões. Receberá da Paper a base florestal – sob responsabilidade da subsidiária Chamflora Três Lagoas Agroflorestal Ltda. – além de uma fábrica de celulose em Três Lagoas que a International Paper vai construir investindo US$ 1,3 bilhão. O processo de permuta de ativos será concluído até o dia 1 de fevereiro de 2007. Hoje, no total, a empresa possui cerca de 100 mil hectares de terras próprias, sendo aproximadamente 68 mil hectares plantados e 25 mil hectares destinados às áreas de reserva legal e de preservação permanente – até agosto, mais de 18 mil hectares já foram plantados.
Em 2005, a empresa plantou mais de 20 mil hectares na região, sendo 7 mil hectares em parcerias com proprietários rurais. Atualmente, a Chamflora conta com cerca de 1000 empregados diretos, entre próprios e terceirizados, que trabalham nas florestas e escritórios da subsidiária da International Paper.
As informações são da assessoria de imprensa do candidato Delcídio do Amaral

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home