.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

terça-feira, setembro 19, 2006

Presidente do TJMS toma posse amanhã como governador

O Presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte assume, interinamente, o governo do Estado por 12 dias a partir de amanhã (20), durante o afastamento de José Orcírio Miranda dos Santos, que se licencia do cargo para se dedicar à campanha eleitoral. O desembargador assume o cargo porque os dois primeiros na linha de sucessão, prevista pela constituição estadual para assumir a chefia do executivo, são candidatos – o presidente da Assembléia Legislativa Londres Machado (PL), à reeleição para deputado estadual e o vice-governador Egon Krakhecke (PT) disputa vaga ao Senado.
A solenidade de transmissão do cargo será no Tribunal de Justiça, às 16 horas, durante a sessão do Tribunal Pleno. De maneira informal, o ato será realizado apenas para cumprir determinação constitucional. O Desembargador informa que seu primeiro ato como governador será o sancionamento da lei que cria a comarca de Anastácio, comentou: “Tive o privilégio de solicitar a criação da Lei e agora de forma inédita aqui no Estado terei a oportunidade de sancioná-la”.
O Presidente do Tribunal de Justiça ficará no cargo até o dia 02 de outubro quando o Governador Zeca do PT assume novamente a função de chefe do Poder Executivo estadual. “O período de 12 dias pode ser fugaz [rápido, ligeiro, veloz], mas será eterno na minha memória”, ressaltou o presidente.
Esta é a segunda vez que o Estado de Mato Grosso do Sul será governado por um desembargador. A primeira foi em 30 de abril de 2002, por algumas horas, na gestão do Desembargador José Augusto de Souza, durante licenciamento do também Governador Zeca do PT. Duarte acumulará os cargos de presidente do Tribunal de Justiça e governador em exercício até o dia 2 de outubro, quando Zeca do PT retorna da licença e reassume as funções. Na mensagem publicada hoje, o governador José Orcírio Miranda dos Santos disse que se licenciará com a tranqüilidade e a certeza de que, em sua ausência, "a equipe do governo, liderada pelo sensato e preclaro [distinto, ilustre, insigne] presidente do Tribunal de Justiça do Estado, terá a continuidade ao trabalho que vem sendo executado, com a costumeira responsabilidade e competência."
Entre as principais ações do desembargador à frente da presidência do TJMS destaca-se o combate ao nepotismo; o concurso para o preenchimento dos cargos comissionados; além da criação de mecanismos para aumentar a receita do Funjecc por meio da Lei 3002 e 3003, o que possibilitou a manutenção e o investimento no Poder Judiciário. O presidente criou, ainda, quatro comarcas durante sua gestão: Sonora, Nova Alvorada, Dois Irmãos e Anastácio; esta ainda não sancionada.
Histórico – Clauidionor Miguel Abss Duarte, 59, nascido em Albuquerque, distrito de Corumbá, preside o TJMS desde fevereiro de 2006, é juiz eleito pelo quinto constitucional, desde 7 de agosto de 1987.
No longo histórico funcional constam cargos importantes como Procurador do Estado de Mato Grosso do Sul (1979-1982), Secretário de Estado de Justiça do Estado (1982-1983), Secretário de Estado (interino) para Assuntos da Casa Civil do Estado (1983), Presidente da OAB-MS (1986-1987), Corregedor-Geral de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (1993-1994), Corregedor-Geral Eleitoral e Vice-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral (2001-2002) e Presidente do Tribunal Regional Eleitoral (2003-2004). Na vida pessoal, o desembargador é casado e pai de oito filhos.
As informações são de Priscila Guimarães, da Comunicação do TJMS

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home