.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, agosto 24, 2007

Inauguração do Cine Anache em outubro de 1964

Em outubro de 1964, durante a solenidade de inauguração do Cine Anache, na "gloriosa" Rua De Lamare 1.207/21, no Centro de Corumbá, então estado de Mato Grosso, o futuro jornalista e blogueiro Armando "Armandinho" de Amorim Anache - na foto, com as mãos juntas, para a frente, com 'claças curtas' e ao lado do bispo diocesano de Corumbá, dom Ladislau Paz; observa o seu pai Armando Anache discursar perante os convidados e com transmissão ao vivo pelo Rádio.
Nesta foto, além de parentes e amigos da família, está o meu querido avô português, de Vila Praia de Âncora, no Minho, fronteira com a Espanha, Daniel Joaquim d'Amorim - terceiro da direita para a esquerda, atrás da menina com roupa branca -, nascido em 12 de maio de 1897 e que morreu em 1973, aos 76 anos, em Corumbá.
Construtor, junto com os "Irmãos Amorim", ele foi o responsável pela construção do Cine Anache e do Edifício Zahran Anache, com 12 andares e erguido acima do cinema, ao lado de engenheiros e arquitetos e do competente "Mestre de Obras" Zé Paraguai.
Os irmãos Amorim têm as suas obras, até hoje, espalhadas por toda a cidade de Corumbá, principalmente casas e sobrados; além de todos os quartéis construídos pelo glorioso Exército Brasileiro, na área do então estado de Mato Grosso integrado.
O pai dos irmãos Amorim - Gabriel, Daniel, Álvaro, José e Antônio Luiz -, José Amorim, chegou ao Brasil no início do século XX, convidado pela família Marinho, também oriunda de Vila Praia de Âncora.
Poucos sabem, mas uma das obras de José Amorim - bisavô do blogueiro Armando Anache - está ornamentando, até hoje, a Praça da República, ou "Praça da Matriz", em Corumbá. Trata-se do obelisco ali erguido pela construtora da família Marinho, onde José Amorim trabalhava ao chegar ao Brasil. Foi ele quem esculpiu e instalou o obelisco.

Veja mais fotos da inauguração do Cine Anache, que postei no Flickr, clicando AQUI

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home