.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sábado, abril 05, 2008

DVD Viva MS servirá de cartão de visita a cantores e compositores

Fotos: Divulgação

Na noite de ontem (4), no Radio Clube Cidade, em Campo Grande, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, recebeu autoridades da cultura do Estado para o lançamento do DVD Viva MS, produto final do Festival Viva MS - Canções da minha terra, alusiva aos 30 anos de criação do Estado.

"Este DVD é um instrumento vital para os novos artistas. É um cartão de visita do seu trabalho, porque todos precisam mostrar o trabalho. O mercado é difícil e concorrido, ganha quem tem mais habilidade, talento e instrumentos que mostrem o que cada artista faz. Este DVD é uma ferramenta que o artista deve saber usar a seu favor: a favor da sua arte, talento e sucesso", afirmou o presidente da FCMS, Américo Calheiros, que depois da solenidade entregou 100 cópias do DVD para cada grupo ou artista que participaram do show, para utilizarem como meio de difusão da música regional.

Os artistas que compareceram a solenidade tiveram a oportunidade de assistir, na íntegra, o show que compõe o DVD. Adriano Praça, um nos intérpretes, disse que o mais importante foi o resgate cultural que o Estado proporcionou: "Este DVD é um resgate da identidade de Mato Grosso do Sul, esta iniciativa fantástica movimentou a classe musical artística no sentido de procurar as raízes de nosso Estado. Somos um caldo cultural do país. Isto aqui tem a nossa cara, nosso sotaque, e saber que contribuímos um pouco para a cara do Estado, para o formato que se dá a este povo e a esta cultura é impagável". Já para o secretário de Estado, Osmar Jeronymo, o DVD teve uma importância maior para a comemoração do aniversário do Estado, pois o festival possibilitou descobrir novos talentos da música regional.

Interior

Três Lagoas vive hoje um novo panorama na cultura, com as parcerias entre município e Fundação/Governo, segundo a diretora de Cultura de Três Lagoas, Vickie Vituri Garcia de Souza. Para ela, essas parcerias fazem com que as coisas aconteçam de forma mais natural. "Sabemos das dificuldades de lançar os artistas do interior na capital, quanto mais em nível de Estado ou de país. Os impedimentos financeiros limitam a projeção do trabalho do músico, mesmo com o talento comprovado neste festival. Este projeto veio ao encontro de nossas necessidades e pretendemos estar à altura deste investimento.

A banda de Três Lagoas, Olho d´Água, gostou do resultado. De acordo com Cássio, baterista grupo, o Estado fortalece a música dentro e fora de Mato Grosso do Sul com este DVD. "O festival foi de grande valia para nós sul-mato-grossenses. Foi a valorização de nosso trabalho, e para nós, o resultado foi acima do esperado. Necessitávamos deste festival para que em nossas viagens pudéssemos mostrar, não só as nossas musicas, mas a música de MS".

Romani e Rafael, de Dois Irmãos do Buriti, salientaram o orgulho do interior: "Nossa pequena cidade se tornou grande com o foco dado pelo festival. Foi um incentivo e uma força a mais que nos deram, agora é trabalhar e não ter vergonha de mostrar a música do interior". João Bueno, da dupla João Bueno e Gabriel, também falou da necessidade dos músicos do interior terem seus trabalhos reconhecidos em outras cidades. "Para nós de Novo Horizonte do Sul é uma grande oportunidade de levar nossas musicas para fora do nosso município e de difundir nosso trabalho. Com essa divulgação teremos agora mais chances de tocar em outros locais".

Uma nova edição do Festival foi sugerida pelos artistas, que ouviram Osmar Jeronymo dizer ser favorável a uma futura edição. "Essa equipe de cultura, que vêm desde a administração municipal do André, tem agora a oportunidade de dar incentivo a cultura regional. O festival mexe com o coração de todos, dos artistas, compositores e do público. A idéia do Festival foi boa e acredito que deva continuar. Talvez possamos mudar alguma coisa neste formato, mas isso será discutido futuramente com os Conselhos de Cultura"

Participaram ainda da solenidade o secretário de estado de habitação Carlos Marum, a Secetária municipal de cultura de Campo Grande Solimar Almeida, prefeitos e representantes da cultura estadual.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home