.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sábado, abril 05, 2008

Leilão oferta 60 lotes de cavalos pantaneiros

O blog recebe e publica notícia da Expogrande, que comemora 70 anos:


O núcleo de criadores do Cavalo Pantaneiro promete massificar o uso do animal, genuíno representante de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, durante a 70ª Expogrande (Exposição Industrial e Agropecuária de Campo Grande). Uma das estratégias será posta em prática durante o 7º Leilão Cavalo Pantaneiro que ocorre amanhã (6), às 20 horas no tatersal de elite 1 “Fábio Zahran” da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul). Os criadores irão ofertar 30 lotes de cavalos domados para o serviço, além de 30 animais de elite.

Segundo o presidente da Associação de Criadores do Cavalo Pantaneiro do Estado, Luciano de Barros, a seleção dos animais para o certame foi criteriosa e estratégica. Ele afirma que embora o Cavalo Pantaneiro possua a melhor relação custo benefício entre as demais raças de produção, com manejo simples, rusticidade é perfeitamente adaptável em qualquer região do País, suas característica precisam ser massificadas.

“O produtor precisa conhecer as vantagens deste cavalo no dia-a-dia da fazenda”, explica, lembrando que durante o tradicional certame também serão ofertados reprodutores e matrizes de elevada genética.

Quanto a relação “custo-benefício”, Barros explica que se dá pela rusticidade do animal, capaz de suportar as mais severas condições de manejo, além de sua alta resistência a doenças e grande capacidade de aprendizagem.

“O Pantaneiro vem tendo bons resultados nas provas de rédeas por todo o Brasil, comprovando sua docilidade e grande competitividade frente as raças especializadas nestas competições, com um grande diferencial, o melhor custo benefício”, provoca.

O presidente da associação estadual, promotora do leilão, também destaca as principais características do animal: Os cascos fortes que dispensam o uso de ferraduras e a adaptabilidade. “É a única raça que não precisa de ferraduras e capaz de adaptar-se a qualquer tipo de pastagem, independente do clima”, assegura Barros.

Outro ponto positivo é a grande ascensão da raça em todo o País. “Temos pela primeira vez 100 animais no parque de Exposições, dos maiores centros criadores do Estado e de Mato Grosso”, adianta Barros, lembrando que os núcleos de criadores de Cuiabá, Poconé e Corumbá apresentaram o que há de melhor em seus planteis.

Também está dentro da programação do cavalo pantaneiro para a Expogrande 2008, nos dias 5 e 6, as competições de julgamento de raça e apresentação dos animais que estarão sendo ofertados no leilão. “A raça ganha espaço também no uso esportivo, e vive uma grande ascensão, e acreditamos que este é o momento ideal para quem está procurando um bom investimento”, conclui.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home