.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, julho 11, 2008

Juízes eleitorais de Aquidauana e Anastácio atuam em conjunto

Fotos: Armando Anache/Pantanal News
Juízes eleitorais da 49ª e 10ª Zonas, Jorge Tadashi Kuramoto e Aldo Ferreira da Silva Júnior; decisão conjunta garante que regras valerão para Anastácio e Aquidauana

Juiz eleitoral de Aquidauana, Aldo Ferreira da Silva Júnior, lembra que o transporte de eleitores é permitido nos dias de comícios, "desde que os meios usados estejam de acordo com a Lei, pois já presenciei casos, em Nioaque, onde usaram caminhões de transporte de gado para levar eleitores para um comício e, na volta, barrei o uso e exigi que o candidato responsável providenciasse veículos apropriados"

O juiz da 10ª Zona Eleitoral de Aquidauana, Aldo Ferreira da Silva Júnior, reuniu, na noite de ontem (10), a imprensa e representantes de partidos, coligações e candidatos, para explicar como será a aplicação da Lei das Eleições, neste período que antecede o dia 5 de outubro.

No Tribunal do Júri do Fórum de Aquidauana, 135 quilômetros a oeste de Campo Grande, o juiz eleitoral fez uma palestra, explicando os principais pontos da Lei 9.504/97 (Leia das Eleições).

Candidatos a prefeito de Aquidauana, Fauzi Suleiman (PMDB) e vice, vereador Vanildo Neves (PSDB); ouvem a palestra do juiz eleitoral


Ao lado do juiz eleitoral de Anastácio, Jorge Tadashi Kuramoto; e do promotor do Ministério Público Eleitoral de Aquidauana, Eduardo Cândia; Aldo Ferreira da Silva Júnior disse que não pode haver propaganda eleitoral, por exemplo, em árvores plantadas em jardins públicos. Nas áreas particulares é permitida essa publicidade, desde que não afete o meio ambiente.

Juiz da 10ª Zona Eleitoral de Aquidauana, Aldo Ferreira da Silva Júnior

É proibida a colocação de propaganda dos candidatos em postes, viadutos, pontes, passarelas, placas de sinalização de trânsito, leitos de ruas ou rodovias. Nas estradas particulares, desde que não sejam de uso comum e que passam pelo interior de propriedades rurais, é permitida a propaganda eleitoral.

Candidatos a vice-prefeita e prefeito de Aquidauana, pelo PDT, Auracélia Barbero e Odilon Ribeiro, na reunião de ontem (10), no Tribunal do Júri

Nas casas, a propaganda pode ser feita, mas é necessária a permissão prévia e por escrito do dono. Nesses casos, a propaganda não poderá exceder aos quatro metros quadrados.
Em bens públicos, é vedada a colocação de propaganda dos candidatos.

Representando o Ministério Público Eleitoral de Aquidauana, promotor de Justiça Eduardo Cândia

A Justiça Eleitoral permitirá a colocação, ao longo das ruas e avenidas, de bonecos não fixos. "Não poderá haver o abuso do poder econômico", disse o juiz eleitoral Aldo Ferreira da Silva Júnior.

Assessor de imprensa Wilson de Carvalho, vereador Gustavo "Gugu" dos Santos (PDT) e juiz eleitoral Aldo Ferreira da Silva Júnior, conversam depois da reunião de ontem à noite, no Tribunal do Júri

Nas propriedades particulares, o juiz explicou que poderão ser colocadas faixas e cartazes, "desde que não excedam a área de quatro metros quadrados."

Repórteres da rádio FM América (Pan), Carolina Acosta; da assessoria da Prefeitura de Aquidauana, Thiara Lima; e da rádio Difusora, Plínio de Góes

As carreatas estão permitidas. "Outdoors" são proibidos nestas eleições municipais.
Os debates no Rádio e na TV poderão ser realizados até a meia-noite do dia 2 de outubro.

Realizando a cobertura fotográfica da palestra do juiz eleitoral de Aquidauana, repórter e editor do jornal "O Pantaneiro" e "opantaneiro.com.br", Rhobson Tavares Lima


Vista parcial da platéia presente à reunião promovida ontem (10), pelo juiz eleitoral de Aquidauana, Aldo Ferreira da Silva Júnior

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home