.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, novembro 03, 2005

Aldo pedirá investigação sobre grampo contra deputados

Aldo: "Cabe ao Ministério Público e à Polícia Federal tomar providências. Mas a Câmara tomará as medidas que estão a seu alcance" (Foto: Luiz Cruvinel /Agência Câmara)

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, vai pedir providências ao Ministério da Justiça para apurar as denúncias de que telefones de deputados foram grampeados ilegalmente. "Em primeiro lugar, cabe ao Ministério Público e à Polícia Federal tomar providências. Mas a Câmara dos Deputados e a Polícia da Câmara também vão tomar as medidas que estão a seu alcance", prometeu.
Suspeitam de que tenham sido vítimas de escuta telefônica não autorizada o presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, deputado Ricardo Izar (PTB-SP); o relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR); e o sub-relator de Fundos de Pensão da mesma CPMI, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (PFL-BA).
Aldo Rebelo destacou a gravidade da denúncia sobre o crime, da qual tomou conhecimento oficialmente hoje. "A vida democrática não pode tolerar escuta telefônica clandestina contra deputados, senadores, representantes do Judiciário, do Executivo, da imprensa ou contra qualquer cidadão brasileiro."
As informações são da Agência Câmara.

Comentário do blog: Quem sempre agia certo nessas ocasiões era o mineiro Tancredo Neves, eleito presidente da República, pela via indireta, nos tempos do Colégio Eleitoral. Vítima de diverticulite, Tancredo morreu antes da posse. O seu vice, José Sarney, tornou-se o primeiro presidente civil depois de 1964.
O grande e experiente político mineiro - avô do atual governador Aécio Neves - dizia: "Telefone é bom para marcar encontro e só; assim mesmo, sempre em lugar diferente do combinado."
Essa "garotada", em pleno século XXI, com alta tecnologia disponível - principalmente para escuta clandestina - insiste em usar telefone móvel celular. É muita ingenuidade dessa "gente inocente" de Brasília.
Só isso. Ou tudo isso.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home