.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, dezembro 15, 2005

Absolvição de Romeu Queiroz quebra tradição, diz Izar

O presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), disse que a decisão do Plenário de rejeitar recomendação do conselho e absolver o deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) quebrou uma tradição da Casa, que era a de o Plenário homologar os relatórios elaborados no conselho. Questionado se a decisão poderia representar futuras absolvições, Izar disse que tramitam no conselho dois processos "muito semelhantes" ao de Queiroz, que são as representações contra os deputados Roberto Brant (PFL-MG) e João Paulo Cunha (PT-SP).
Izar afirmou, no entanto, que isso não vai influenciar no trabalho do conselho, que continuará "trabalhando na mesma linha, transparente e independente". Ele reiterou ainda o interesse de aproveitar a autoconvocação do Congresso e concluir até oito processos contra deputados acusados de envolvimento no suposto esquema de "mensalão".
Histórico
Brant recebeu R$ 102 mil da SMPB. Segundo ele, a agência serviu de intermediária de uma doação feita pela Usiminas à sua campanha a prefeito de Belo Horizonte, em 2004.João Paulo Cunha recebeu, por intermédio de sua esposa, Márcia Regina Cunha, R$ 50 mil em espécie na agência do Banco Rural no Brasília Shopping. Segundo ele, o dinheiro foi utilizado no pagamento de quatro pesquisas de opinião na região de Osasco (SP).
Depoimentos
As declarações de Izar foram dadas no início da reunião na qual serão ouvidas três testemunhas arroladas no processo contra o deputado João Magno (PT-MG): Paulo Vieira Albrigo, Charles Antônio Ribeiro e Hermínio Moura de Araújo. A convocação dessas testemunhas foi feita pelo relator do processo, deputado Jairo Carneiro (PFL-BA).
As informações são da Agência Câmara.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home