.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quarta-feira, dezembro 14, 2005

Deputado está acorrentado no Plenário

Elton Bomfim/Agência Câmara
Chicão Brígido se acorrenta a cadeira do Plenário. A notícia é da Agência Câmara, com reportagem de Marcello Larcher e edição de Marcos Rossi:
O suplente de deputado Chicão Brígido (PMDB-AC) está acorrentado em uma cadeira do Plenário. A deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), vice-líder de seu partido, leu uma carta de Brígido em que ele promete esperar ali o cumprimento de liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 8. A liminar determina à Mesa Diretora da Câmara que declare a perda de mandato do deputado Ronivon Santiago (PP-AC) e dê posse a Brígido.
O primeiro-secretário da Câmara, deputado Inocêncio de Oliveira (PL-PE), explicou que a Mesa Diretora está cumprindo os prazos regimentais para cumprir a decisão, dando a Ronivon Santiago um prazo de cinco sessões para sua defesa. Ele foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Acre por compra de votos na eleição de 2002, mas se manteve no cargo graças a liminar concedida pelo ministro Humberto Gomes de Barros, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A liminar foi cassada pelo plenário do TSE em 20 de julho de 2004.

Comentário do blog: O povo brasileiro gostaria de ver muitos políticos algemados - não todos, é claro, pois "toda a generalização ou unanimidade é burra", como já escreveu o grande Nelson Rodrigues - e acorrentados naquelas bolas pesadas de ferro puro, usadas nas penitenciárias do estado do Alabama, nos Estados Unidos da América.
O suplente de deputado federal Chicão Brígido, com o seu inusitado protesto, em defesa da sua posse na Câmara, proporciona uma imagem muito interessante.
A pergunta que fica é esta: E os ladrões do dinheiro público, envolvidos no mensalão? Será que terão o mesmo destino, com direito à defesa, contraditório e, se condenados, ganharão de presente do povo brasileiro braceletes de aço inoxidável - popularmente conhecidos como algemas -, com correntes e bolas de ferro presas aos calcanhares? O leitor(a) já imaginou a cena, com uma fila de "mensaleiros" saindo do Plenário, algemados e acorrentados uns aos outros, com destino aos carros - os populares "camburões" - da polícia, para um inesquecível traslado até a penitenciária federal da Amazônia (que ainda não foi construída)?
Calma, gente! A nossa legislação não permite que o sonho do povão seja concretizado.
Portanto, vamos aguardar o fim das CPI's em andamento. Afinal, somos escravos da lei e, fora dela, não há salvação. Não é mesmo?

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home