.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, dezembro 01, 2005

Cassação de José Dirceu não se baseou em provas , diz Thomaz Bastos

Cassação de José Dirceu não se baseou em provas , diz Thomaz Bastos. A notícia é de Irene Lôbo, repórter da Agência Brasil (vamos citar a fonte, caros colegas):
Brasília – O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, avalia que a cassação do ex-ministro da Casa Civil, deputado José Dirceu (PT-SP), não se baseou em provas. "Foi uma cassação injusta. Uma cassação que não se baseou em provas, ao contrário disso, foi um julgamento puramente político", afirmou o ministro, que foi uma das testemunhas de defesa no processo movido contra Dirceu no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Thomaz Bastos salientou que, ao longo do processo, não ficou comprovado que Dirceu teria comandado um esquema de repasse de verbas a parlamentares para que votassem a favor do governo federal, o chamado "mensalão". "Eu estudei esse processo, fui testemunha desse processo e, ao longo de todo ele, não se conseguiu provar nada de substancial e de material contra o deputado José Dirceu", enfatizou.
O ex-ministro da Casa Civil foi cassado nesta madrugada, no plenário da Câmara, por 293 votos favoráveis a 192 contrários. Houve oito abstenções, um voto em branco e um nulo. A decisão suspende por oito anos os direitos políticos de Dirceu.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home