.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

segunda-feira, dezembro 05, 2005

Freire sobre caso Coteminas: De onde vem tanto dinheiro?

De onde vem o dinheiro? Esta é, na opinião do deputado Roberto Freire (PE), presidente nacional do PPS, a principal questão a ser respondida pela CPI dos Correios, que investiga o depósito, em maio deste ano, de R$ 1 milhão na conta da empresa têxtil Coteminas, de propriedade do vice-presidente da República, José Alencar, e também outros escândalos envolvendo o PT, os partidos da base aliada e o governo Lula. “Onde quer que se coloque o dedo, explode um caso de corrupção. Parece que a doença é generalizada”, afirmou Freire, que está em São Paulo participando do debate “Perspectiva 2006”, realizado na Assembléia Legislativa do Estado.
O deputado pergunta qual a origem de tanto dinheiro movimentado pelo valerioduto e por outros eventuais esquemas. "É uma falta de compostura", disse, ao referir-se ao montante de recursos que "aumenta mais e mais, de acordo com o aprofundamento das investigações". Freire considerou acertada a estratégia da CPI dos Correios de começar a investigação do caso pela identificação da mulher que fez o depósito de R$ 1 milhão, em dinheiro, na agência do Bradesco. Ela não se identificou ao fazer o depósito. Colocou, no espaço destinado ao nome do depositante, o número do CNPJ do PT. A comissão cogita a possibilidade de essa mulher ser a secretária de Delúbio Soares, à época tesoureiro do PT.
A operação não aparece nas 16 contas bancárias do PT que estão sendo analisadas pela CPI, mas Delúbio confirmou o pagamento. Segundo ele, o dinheiro destinava-se ao pagamento de uma dívida do PT com a Coteminas, que teria fornecido mais de dois milhões e setecentas mil camisetas à legenda na campanha municipal de 2004. Essa contradição aponta para a existência de caixa dois.
Freire lembrou que as denúncias envolvendo políticos de todos os níveis estão preocupando o Tribunal Superior Eleitoral. O presidente do TSE, Carlos Veloso, disse que o depósito é um caso concreto, mas não quis comentar o caso. Resguardou-se para a possibilidade de ter de julgá-lo no tribunal. O caso PT-Coteminas foi publicado pela Folha de S.Paulo. O jornal baseou-se nas informações do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão ligado ao Ministério da Fazenda.
As informações são do site do PPS (Partido Popular Socialista).

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home