.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

terça-feira, dezembro 13, 2005

Wanderval chora e reafirma que não será candidato em 2006

Deputados Ricardo Izar e Wanderval Santos, durante depoimento no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar (Foto: Diógenis Santos/Agência Câmara)

Em depoimento no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, o deputado Wanderval Santos (PL-SP) reafirmou que não vai disputar as eleições de 2006 nem em São Paulo, onde vive atualmente, nem em Roraima, onde vai fixar sua residência.
Emocionado, ele chegou a chorar. Wanderval desabafou que vive hoje um "calvário de angústia" e abalo emocional. Em razão da comoção do depoente, o presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), teve de suspender a reunião por três minutos.
Mudança
Em reposta ao relator do processo, deputado Chico Alencar (Psol-RJ), Wanderval Santos explicou que transferiu seu domicílio eleitoral para Roraima para abrir uma filial da Igreja do Espírito Santo, uma dissidência da Igreja Universal do Reino de Deus com sede em Curitiba. "Agora quero prestar somente assistência social e trabalhar na evangelização como pastor, junto à minha família", planeja.
O deputado explicou que a família sempre quis que ele seguisse apenas a vocação sacerdotal. Carlos Rodrigues
Wanderval Santos observou que manteve contato até março com o ex-deputado Carlos Rodrigues, a quem estava subordinado como integrante da Igreja Universal do Reino de Deus. O deputado lembrou que Rodrigues era considerado o orientador espiritual e político da bancada da Igreja Universal. "Além da experiência política, Rodrigues tomava atitudes severas e rígidas, exercendo uma liderança incontestável", relatou.
Em sua defesa, Wanderval Santos afirmou que seu motorista sacou dinheiro das contas do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza por ordens de Carlos Rodrigues e sem o seu conhecimento.
O depoimento continua no plenário 11.
As informações são da Agência Câmara.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home