.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quarta-feira, abril 05, 2006

General confirma que foi procurado por Antonio Palocci

O ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci procurou a Agência Brasileira de Inteligência em meio à crise que motivou sua saída do governo, mas não fez pedidos para que a Abin investigasse o caso. Essa foi a informação que o general Jorge Félix, do gabinete de segurança institucional da Presidência da República, passou a parlamentares na tarde de hoje. Jorge Félix prestou esclarecimento na Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência. Deputados e senadores queriam saber se a Abin foi usada para espionar o caseiro Francenildo dos Santos Costa, que prestou depoimento na Polícia Federal acusando Palocci de freqüentar uma mansão usada para encontros com lobistas e garotas de programa. A divulgação ilegal da quebra de sigilo bancário do caseiro motivou a demissão do ministro.
Pedido indireto
A reunião foi reservada e o general não falou diretamente com a imprensa. Parlamentares presentes disseram que Jorge Félix relatou que o governo estava sendo alvo de grandes pressões, mas, segundo o general, Palocci não fez nenhum pedido para que a Abin se envolvesse no caso. Para o deputado Alceu Collares, que é presidente da Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, mesmo que o general tenha negado que recebeu um pedido, fica claro que essa era a intenção de Palocci. "É evidente, no meu entendimento pessoal, que Palocci foi pedir uma espécie de socorro. Foi lá dizer ´olhe, vocês têm aqui um serviço de inteligência e nós estamos sofrendo muita pressão'. Certamente ele estava esperando uma providência", ponderou. Já o senador Romeu Tuma (PFL-SP) acredita que Palocci estava sondando a Abin para descobrir se a Agência já tinha feito alguma investigação sobre o caso. Segundo Romeu Tuma e Alceu Collares, o general Jorge Félix disse a Palocci que não caberia à Abin tomar qualquer providência nesta situação.
As informações são da Agência Câmara.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home