.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

segunda-feira, abril 17, 2006

Homem morre na Vila Paraíso, em Aquidauana

Armando Anache/Pantanal News
Ramão da Silva, 47, foi encontrado morto às 6h20 desta manhã, na Rua Carlos Ferreira dos Santos, esquina com a Rua José Alves Ribeiro, na Vila Paraíso, em Aquidauana.
A polícia encontrou o título de eleitor no bolso do morto que, segundo amigos que conviviam com ele, nas ruas da cidade, costumava freqüentar bares nas proximidades.
Um rapaz, que preferiu não se identificar, disse que conhecia Ramão da Silva. Ele dormia numa casa pertencente à mãe desse rapaz, mais abaixo, na Rua Carlos Ferreira dos Santos.
Os agentes da polícia civil de Aquidauana, Raimundo Mendes e Paulo Müller, informaram que, provavelmente, a morte tenha sido causada por um ataque cardíaco. Ramão da Silva consumia bebidas álcoólicas e, com a queda da temperatura em 20 graus Celsius, nas últimas horas - de 37 graus na semana passada para 17 graus na manhã de hoje - pode ter passado mal quando caminhava na calçada.
Ele caiu no safalto e uma moradora em frente ao local onde foi encontrado o seu corpo disse que saiu às 6 horas, para comprar pães e, quando retornou às 6h20, Ramão da Silva estava caído no chão, sem nenhum sinal aparente de agressão.
Enfermeira, a testemunha chegou a verificar a pulsação de Ramão da Silva, mas ele já estava morto.
O corpo foi retirado pela funerária de Aquidauana e encaminhado ao Instituto Médico-Legal, para exame de necropsia e posterior sepultamento.

Comentário do blog: Triste fim. Conforme as informações dadas por moradores do local, Ramão era conhecido na área. Bebia todos os dias com os amigos nos bares da Vila Paraíso e adjacências. Certamente, a mistura explosiva de álcool com um coração e organismo afetados pelo passar dos anos, aliada à baixa temperatura desta manhã de segunda-feira aqui no Pantanal Sul e região sudoeste de Mato Grosso do Sul; foi uma verdadeira nitroglicerina para o homem de apenas 47 anos, mas que aprentava muito mais.
Cheguei ao local onde estava o corpo às 7h30, com o carro de reportagens da Rádio Independente e do site Pantanal News, conhecido como "Vermelhinho" (à direita da foto, ao fundo).
Tento suprir a necesidade de ter um "provedor de conteúdo", ou seja, um profissional de jornalismo que faça reportagens, entre no ar na programação da Rádio Independente; fotografe e escreva para o site Pantanal News e escreva no blog.
Será que consigo? Tento, tento e tento. Acho que consigo, sim! No século XXI não dá mais para ser "apenas" repórter.
Os novos meios de comunicação de massa precisam dos "provedores de conteúdo", capazes de suprir as necessidades da pauta, da apuração e do trabalho em campo.
É isso. Ou tudo isso.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home