.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

domingo, outubro 13, 2013

EXCLUSIVO - 'O prefeito não valoriza os companheiros', diz o deputado Felipe Orro


Prefeito Zé Henrique Trindade (à esquerda) e deputado Felipe Orro: risco de rompimento político entre as duas lideranças (Foto: Arquivo do Blog do Armando Anache/Pantanal News® - 10 Abr 2013)

O ex-prefeito (2001-2008) de Aquidauana (MS) e atual deputado estadual Felipe Orro (PDT) telefona, depois de encerrada a entrevista, e pede ao jornalista Armando Anache: "Gostaria de incluir mais uma frase, para fazer parte do meu raciocínio." Digo ao deputado para ficar à vontade. "O prefeito [de Aquidauana, Zé Henrique Trindade (PDT), 53 anos] não valoriza os companheiros mas, sim, os adversários."
Para Felipe Orro, ouvido com exclusividade pelo Blog do Armando Anache, na tarde do domingo (13), não há como concordar com a forma de se fazer política a todo custo, sem se preocupar com a parte administrativa do município. Ele se refere ao prefeito Zé Henrique Trindade, que disputou a eleição de 2012 com o seu apoio e, mesmo ficando em segundo lugar na apuração dos votos, assumiu o cargo em 1.º de janeiro de 2013 em decorrência de sentença condenatória, divulgada pela Justiça Eleitoral, contra o seu oponente e candidato à reeleição, Fauzi Suleiman (PMDB).
Sobre os últimos lances da política em Aquidauana, quando Zé Henrique recebeu em seu gabinete o emissário e negociador da Casa Civil do Governo do Estado, Natalino "Cientista Político 25 de dezembro" Gonzaga, acompanhado dos vereador Wezer Lucarelli e Anderson Meireles -que será empossado na gerência de Saúde na quinta-feira (17), juntamente com outras pessoas nomeadas e modificando o secretariado do prefeito-, que era do PDT e se filiou ao PROS; e do contabilista Nélson Estadulho, que assumirá a gerência de Administração; além do pecuarista Odilon Ribeiro (PMDB), que assumirá posto no alto escalão da Prefeitura; o deputado Orro diz "não concordo com nada disso e só fiquei sabendo de tudo por meio do Blog do Armando Anache, que leio".


Antes das eleições municipais de 2008, o então prefeito Felipe Orro (à esq.)
posava com os seus aliados políticos: vereador Vanildo Neves (seria 
vice-prefeito de Fauzi Suleiman naquela eleição), Zelito Ribeiro (pretendia 
ser candidato a prefeito, com o apoio do seu sobrinho e prefeito Felipe 
Orro) e vereador Iran Rezende (PMDB)

Pergunto se o deputado teve algum contato, a esse respeito, com o governador André Puccinelli (PMDB). Felipe Orro responde que não. "O governador não me falou nada a esse respeito", garante o pedetista.
Para Felipe Orro, "cabe ao prefeito [Zé Henrique Trindade] escolher os parceiros políticos dele, é ele quem tem que decidir qual o caminho que quer seguir". Pergunto se ele, o deputado Orro, chamaria a isso tudo que aconteceu -noticiado com exclusividade pelo Blog do Armando Anache- de "uma grande traição". Ele responde que "o Zé Henrique não clareou essas coisas e eu espero não ser vítima dessa que seria, no meu entendimento, uma das maiores traições já sofridas em toda a minha vida; no entanto, falo apenas hipoteticamente, em tese, pois espero não ser vítima de traição desse tipo."
O Blog do Armando Anache pergunta se as pessoas, ligadas ao deputado, permanecerão no Governo Zé Henrique. Felipe Orro diz que "sobre isso, se o meu pessoal deve ou não permanecer, quem tem que responder é o prefeito." Fazendo uma pausa para pensar, o deputado Orro acrescenta: "Não posso compactuar com algumas práticas e, se elas ocorrerem, rompo com o prefeito Zé Henrique." Orro não especifica quais seriam as "práticas" citadas por ele.


Em 30 de junho de 2008, o prefeito Felipe Orro (PDT), à esquerda da foto,

lança a candidatura de Odilon Ribeiro (terceiro a partir da esquerda, ao
lado do presidente regional do PDT-MS, deputado Dagoberto Nogueira); à
direita, com camisa amarela, o vice-prefeito de Orro, Zé Henrique Trindade
com Zelito Ribeiro (atrás de Zildete de Carvalho, que está com as mãos em
cima da mesa)

O Blog do Armando Anache quer saber se aconteceu algum encontro, ou uma conversa, entre o deputado Orro e o prefeito Zé Henrique, antes dos fatos ocorridos nos últimos dias. "Nada disso foi conversado e eu, inclusive, estive na quinta-feira (10) na casa do Zé Henrique [depois do encontro do prefeito com as pessoas citadas acima], onde tivemos uma conversa tranquila, pois sempre deixo muito claro e, repito aqui para você, Armando, que o lado político não afeta e nem pode afetar o lado pessoal das pessoas; no entanto, o Zé Henrique tem dificuldade em escutar as minhas opiniões e ideias sobre administração pública."


Na campanha para prefeito de Aquidauana, em agosto de 2008, Felipe

Orro (com a mão acenando, ao centro da foto) participa de passeata, que
teve a participação do ex-governador Zeca do PT, assessor Anderson
Meireles (com camisa em tom vermelho, atrás da letra "O" de "Odilon",
na faixa estendida), vereador Moacir Pereira (PDT) e lideranças

O deputado Felipe Orro diz que continua ajudando a cidade de Aquidauana, trabalhando em tudo aquilo que for benéfico para e região, independentemente do tipo de relação com o prefeito.
O Blog do Armando Anache levanta a questão do vereador Wezer Lucarelli [que era filiado ao PDT, legenda pela qual foi reeleito em Aquidauana e que, recentemente, pediu a desfiliação e ingressou no PROS], que afirma ser o deputado um político que "quer agradar a todos, não se posicionando politicamente, principalmente nas eleições municipais de 2012, quando não enfrentou e nem criticou o então prefeito Fauzi Suleiman (PMDB)". Orro responde rapidamente: "Wezer já não seguia a orientação partidária e nem apoiava o Zé Henrique [então candidato a prefeito], desde a campanha eleitoral; como é que ele pode dizer 'Felipe não bate, não critica Fauzi' se, na realidade, quem buscava fazer aliança para disputar um provável nova eleição [que acabou por não ocorrer, pois Zé Henrique não foi condenado à perda do mandato, em julgamento feito no TRE] contra o Zé Henrique eram aqueles que ele apoia, os irmãos Odilon e Zelito Ribeiro." Felipe Orro diz que "é público que todos eles estavam juntos com o Fauzi e eu, como sempre, repito para você, Armando Anache: não tenho problemas pessoais, apenas no campo político e, por isso, dizia que as nossas famílias [Orro e Suleiman] eram muito amigas, em tempos passados".


Zé Henrique Trindade (à esquerda) e vereador Wezer Lucarelli, então no

PDT de Felipe Orro, participam, em 1.º de julho de 2011, do Programa
Debates Populares, na rádio INDEPENDENTE: o povo toma
conhecimento das denúncias feitas pelo vereador e encampadas pelo MP-MS
(Ministério Público do Estado do Mato Grosso do Sul), contra o então
prefeito Fauzi Suleiman (PMDB), acusado de inúmeras supostas
irregularidades administrativas e afastado três vezes, pela Justiça, do
cargo. Para Wezer, Felipe Orro se esquivava de fazer críticas contra Fauzi

Sobre a possibilidade de um rompimento, em definitivo, com o prefeito Zé Henrique Trindade, o deputado Felipe Orro diz que irá esperar mais um pouco. "Conforme for, conforme as coisas caminharem, aí eu deverei retirar o meu apoio político e me afastar. O Blog do Armando Anache pergunta se poderá haver alguma retaliação, ou punição, da parte do diretório regional do PDT, contra o prefeito Zé Henrique. O deputado diz acreditar que nada deverá ser feito, muito menos a expulsão.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home