.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

terça-feira, outubro 15, 2013

Orientação partidária: 'Foi Felipe Orro quem anoiteceu na oposição e amanheceu na situação', diz vereador Wezer

Vereador Wezer Lucarelli, ex-PDT e atualmente no PROS, faz denúncias, fundamentadas em fartas documentações, também enviadas ao Ministério Público do Estado do Mato Grosso do Sul, contra a administração do então prefeito Fauzi Suleiman [2009-2012], no "Programa Debates Populares", na rádio INDEPENDENTE; à sua esquerda, José Henrique Trindade (PDT), atual prefeito [2013-2016] de Aquidauana (Foto: Arquivo Blog do Armando Anache/Pantanal News® - 1.º Jul 2011 - Todos os direitos reservados - All rights reserved)

Citado pelo deputado estadual Felipe Orro (PDT) e acusado de, há muito tempo, não seguir as orientações partidárias do PDT (Partido Democrático Trabalhista) - veja e leia a entrevista, clicando AQUI-, o vereador reeleito de Aquidauana, Wezer Lucarelli (ex-PDT e, atualmente, no PROS), entra em contato com o Blog do Armando Anache e dá a seguinte entrevista.

Blog do Armando Anache: Vereador Wezer, o deputado Felipe Orro disse que o senhor não seguia, há muito tempo, as orientações partidárias.
Vereador Wezer Lucarelli: Armando, quanto a esse fato do deputado Felipe Orro ter citado o meu nome em entrevista concedida ao seu Blog, afirmando que eu, como vereador, não cumpria com as orientações partidárias, neste caso, me sinto na obrigação de fazer aqui uma retrospectiva dos acontecimentos.
Reporto-me à eleição de 2008, para o cargo de prefeito. Nosso candidato era Odilon Ribeiro, candidatura escolhida pelo Felipe Orro [que foi prefeito de Aquidauana por dois mandatos, de 2001 a 2008] para a sua sucessão. Ele foi massacrado pela força financeira e política, capitaneada pelo nosso governo estadual que é do PMDB; fomos derrotados, porém, elegemos quatro vereadores oposicionistas, entre eles eu, Wezer Lucarelli.
Continuando, Armando, em 2010 tivemos outra eleição e, entre os cargos eletivos em disputa, estavam os de deputado estadual e governador; nosso grupo aderiu à aliança com o PT [Partido dos Trabalhadores], do então candidato Zeca [ex-governador e atual vereador em Campo Grande (MS), José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT]. Fomos oposição ao PMDB, mais uma vez enfrentamos o PMDB que, em nossa cidade, detinha nas mãos a Prefeitura; nosso candidato a deputado estadual, pelo PDT, foi justamente Felipe Orro. Naquele cenário, lutamos contra outros candidatos governistas, com estrutura imensamente maior que a nossa, perdemos a eleição para governador e saímos vitoriosos,  elegemos Felipe para o cargo de deputado estadual com votação expressiva.
Em fevereiro de 2011, Felipe Orro toma posse como deputado estadual eleito pela oposição, que perdeu com Zeca a eleição para governador; porém, cumpridos apenas quatro meses de mandato, nosso deputado estadual do PDT (Felipe Orro), sem qualquer motivo aparente, por mágica, sem qualquer justificativa, sem consultar, sem comunicar e conversar com sua base eleitoral e com o Diretório Municipal do PDT de Aquidauana, que lhe proporcionou quase 50% dos votos, de oposicionista passou para sustentação do governo do PMDB; ou seja, simplesmente mudou, anoiteceu na oposição e amanheceu na situação, aliou-se àqueles que tentaram lhe trucidar na campanha eleitoral de 2008 e 2010; isso, como já dito, sem dar qualquer satisfação a ninguém, tampouco ao colegas de partido.

Blog do Armando Anache: Quais teriam sido, na sua opinião, os motivos que levaram o deputado Felipe Orro a tomar essas posições?
Vereador Wezer Lucarelli: Os motivos determinantes dessa decisão permanecem com o deputado até hoje, creio que as razões dessa mudança repentina se devem a fatores de extremo interesse público, pelo menos assim deveria ser.
Eu fui eleito no pleito eleitoral de 2008, assumi como vereador oposicionista em 1.º de janeiro de 2009, e assim permaneci durante os quatro anos de legislatura; tive posição, como relatei para você mesmo em seus microfones [da rádio INDEPENDENTE AM 1020kHz], que não faria oposição, porém teria posição, e assim o fiz, desde que tomei posse, enxergando no então governo municipal do PMDB, que assumiu em 2009, condutas incompatíveis com a legalidade. Iniciei, e venci, a maior luta contra a impunidade e a corrupção em nossa cidade, que culminou com prisões e afastamento de autoridades. Não me aliei a quem combati.

Blog do Armando Anache: Então, o senhor afirma que não descumpriu orientações partidárias?
Vereador Wezer Lucarelli: Neste contexto, Armando, não sou eu que descumpro orientações partidárias; eu, Wezer Lucarelli, como vereador, nunca mudei de oposição para situação com fez nosso “ilustre” parlamentar estadual; enfrentei e recusei propostas, entre elas a de ser candidato a deputado estadual na vaga deixada pelo ex-prefeito [1997-2000] Raul Freixes, oferta realizada pela coligação do PMDB, que refutei, ou seja, abdiquei de projeto pessoal, para manter-me firme na oposição e convicto de meus inegociáveis valores.
Para sustentar minha condição de oposicionista desafiei o meu partido PPS, que na ocasião da eleição de 2010, preferiu colocar-se junto a reeleição do então governador (PMDB), por isso fui sancionado, expulso, mesmo assim, sempre firme em uma única direção.

Blog do Armando Anache: Como o senhor recebeu a afirmação, feita pelo deputado Felipe Orro, de "não seguir orientações partidárias"?
Vereador Wezer Lucarelli: Então, me surpreende essa afirmação do Felipe Orro, pois os fatos mostram o contrário; na realidade, quem aderiu ao partido do PMDB e mudou de posição em apenas quatro meses de mandato foi ele, desprezando a opinião partidária, foi justamente o deputado quem não cumpriu e respeitou o seu grupo político, que foi massacrado e perseguido pelo governo municipal peemedebista; quem aliou-se ao seu maior algoz foi ele, Felipe.
Talvez, por isso, por ele integrar a base de sustentação do PMDB em nível estadual e, sendo o governo municipal também do PMDB, permaneceu em silêncio e jamais se pronunciou sobre as questões locais de nossa cidade. Lembro-me que marcou entrevista em sua emissora [rádio INDEPENDENTE AM 1020kHz] mas, na eminência de ser abordado sobre temas polêmicos, relacionados à corrupção que envolvia o partido aliado (PMDB), não compareceu, mandou representante.
Não esquecendo, Armando, que como Presidente do Diretório Municipal do PDT, permitiu que o vereador Eulálio Barbosa, filiado histórico do PDT, desse apoio ao governo de Fauzi Suleiman (PMDB) e, como se não bastasse, foi ainda seu líder na Câmara de Vereadores, sem que o deputado fizesse nada, falasse nada, e aí quem não cumpre orientação partidária sou eu. Tenha dó!

Blog do Armando Anache: O senhor manteve conversas ou encontros com o ex-prefeito [2009-2012] Fauzi Suleiman, do PMDB?
Vereador Wezer Lucarelli: Quanto a conversar com o ex-prefeito Fauzi, sempre o fiz de maneira clara, transparente; conversei com o Fauzi em minha casa antes de tomar posse, conversei com o Fauzi várias vezes por telefone, sentamos na mesma mesa no Restaurante Moderna, onde ficamos horas conversando, votei inúmeros projetos encaminhados por ele para a Câmara de Vereadores; tivemos, sim, divergências ferrenhas, com pronunciamentos ácidos de ambos os lados, porém, isso não implicou em mudança de comportamento e adesão ao seu governo; tanto é verdade que me comporto assim, também, relação ao governo de Zé Henrique [Trindade, do PDT].

Blog do Armando Anache: O senhor acha normal conversar com o ex-prefeito Fauzi Suleiman, a quem o senhor fez inúmeras denúncias de supostas irregularidades e que causaram o seu afastamento da Prefeitura de Aquidauana, por três vezes e por determinação da Justiça?
Vereador Wezer Lucarelli: Armando, se tem alguém com legitimidade para conversar com o ex-prefeito Fauzi, esse alguém sou eu, pois sempre o tratei com imparcialidade e de forma republicana; fui a pessoa mais honesta em relação a ele, nunca escondi minha posição e o que poderia acontecer, ao contrário de outros que o abraçaram e lhe empurraram ao abismo e hoje se distanciam, bem como aqueles que antes o convidavam, com enorme insistência, para reuniões no Gabinete da Assembleia, com propostas inconfessáveis.  
Armando, não sou daqueles que apenas falo, que mando abraços, eu fiz as minhas palavras e as ações se materializaram.
Armando, para terminar, sobre esse comentário de não seguir orientação partidária, acho oportuno citar uma passagem do filme “O exorcista”, onde o padre ensina para o seu ajudante o seguinte: “Nunca converse com o Demônio. Tudo o que ele fala é mentira e a verdade que ele diz é para te confundir”. Algumas pessoas também são assim. 

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home