.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, novembro 04, 2005

Investigação do Palácio complica Gushiken

‘Interferência injustificada’. A reportagem é de Luiza Damé, na edição de amanhã (5) do jornal "O Globo", do Rio:
BRASÍLIARelatório divulgado ontem pela Controladoria Geral da União (CGU) afirma que a Secretaria de Comunicação de Governo e Gestão Estratégica (Secom) interferiu indevidamente na licitação dos Correios que em 2003 contratou a agência de publicidade SMP&B, do empresário Marcos Valério, acusado de ser o operador do mensalão do PT. O documento produzido pelos auditores da CGU, ligada ao Palácio do Planalto, complica a situação do ex-ministro Luiz Gushiken, hoje coordenador do Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência, e indica que a agência de Valério pode ter sido favorecida pela interferência da Secom.
Num dos trechos do relatório, os auditores da CGU condenam autorização dada pela Secom para a redução da pontuação do critério “idéia criativa” de 20 para 25 pontos. Segundo a auditoria, a mudança, mesmo que com o “de acordo” de Gushiken, então chefe da Secom, não poderia ter sido feita, pois contraria uma instrução normativa da própria secretaria. Os auditores recomendam aos Correios que na próxima licitação usem os critérios originais de pontuação.

Para ler a notícia completa no Globo Online, clique AQUI

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home