.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sábado, novembro 05, 2005

Jornal do Brasil: Denúncia põe Planalto em alerta

Governo se blinda contra denúncia. Manchete da primeira página da edição de hoje do "Jornal do Brasil", do Rio:
Descoberta de que caixa dois do PT era alimentado pelo Banco do Brasil faz oposição discutir processo de impeachment de Lula
Daniel Pereira e Sérgio Pardellas
BRASÍLIA - A descoberta da CPI dos Correios de que o PT teria recebido em caixa dois quase R$ 10 milhões de verba publicitária do Banco do Brasil fez com que o Planalto se preparasse para a guerra que a oposição promete travar. Ontem, o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, admitiram discutir o pedido de abertura de processo de impeachment contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Enquanto setores da oposição elevavam o tom, o Planalto acendia o sinal de alerta. No governo, o assunto foi considerado potencialmente grave, embora careça de provas concretas na avaliação de um auxiliar palaciano. Diante do cenário preocupante, o ministro da Coordenação Política, Jaques Wagner, foi convencido pelo presidente Lula da conveniência de permanecer em Brasília a fim de monitorar o desenrolar dos fatos durante o fim de semana. Wagner acompanharia o presidente na viagem a Mar del Plata, na Argentina, para participar da 4ª Cúpula das Américas.
Ontem, o ministro passou o dia reunido com assessores avaliando os efeitos da nova denúncia. Todos atentos à orientação do presidente Lula de muita cautela para evitar contradições nas respostas.

Para ler a notícia completa no "Jornal do Brasil", clique AQUI

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Caríssimo,

O Capitão da nau http://opiratanet.zip.net/ Ve, agradecer a visita e o comentário em meu blogg.

Estou retribuindo colocando um link para cá, lá da minha nau (blogg), e, votando. é claro!!!

Um grande abraço e obrigado pelo incentivo.

O Capitão
http://opiratanet.zip.net

sábado, novembro 05, 2005 1:14:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home