.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, novembro 04, 2005

Relatório da CPI deve apontar novas fontes de recursos do valerioduto

Relatório da CPI deve apontar novas fontes de recursos do valerioduto. Notícia de Adriana Vasconcelos, na edição de amanhã do jornal "O Globo", do Rio:
BRASÍLIA. O próximo relatório parcial da CPI dos Correios sobre a movimentação financeira das contas do empresário Marcos Valério de Souza e suas empresas deve identificar novas fontes dos recursos que alimentaram o mensalão.
Além dos R$ 10 milhões dos recursos de publicidade do Banco do Brasil que teriam sido desviados para o PT, segundo a denúncia feita anteontem pelo relator da CPI, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), o esquema montado por Valério pode ter sido irrigado com dinheiro de outras estatais, como os Correios, de empresas privadas e também pela retenção de Bonificações de Volume (BV), espécie de desconto tradicionalmente concedido por fornecedores de serviços de agências publicitárias.
O autor desse relatório, o deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR), também pretende mostrar que os empréstimos de R$ 55 milhões de Valério ao PT nunca existiram:
— Uma coisa é a relação de Marcos Valério com os bancos e outra é a relação dele com o PT. Nunca foi assinado qualquer contrato ou nota promissória entre Marcos Valério e o PT. Ele chegou a entrar na Justiça em São Paulo para cobrar essa dívida, mas o juiz arquivou a ação.

Para ler a notícia completa no Globo Online, clique AQUI

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home