.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sábado, dezembro 03, 2005

Atuação policial no caso Celso Daniel deu origem ao título do documento da Anistia

Atuação policial no caso Celso Daniel deu origem ao título do documento da Anistia. A notícia é de Paulo Montoia, repórter da Agência Brasil:
São Paulo – A atuação da polícia civil paulista em 2002 no caso do seqüestro e assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, do PT, deu origem ao título do documento Eles Entram Atirando – Policiamento de Comunidades Socialmente Excluídas no Brasil, lançado ontem (2) pela Anistia Internacional (AI). "Incursões policiais de grande escala nas comunidades carentes, acompanhadas de ampla cobertura dos meios de comunicação são, em muitas cidades, o carro-chefe das políticas de segurança pública", avalia a AI.
De acordo com o documento, a Polícia Civil organizou, na comunidade Pantanal (periferia de São Paulo), "a maior operação de busca jamais realizada pela corporação" após a morte de Celso Daniel. "Segundo reportagens de jornais, em março de 2002, 1.200 policiais civis invadiram a comunidade Pantanal, na periferia de São Paulo. De acordo com os relatos, eles revistaram 3.817 locais diferentes, 2.210 pessoas e 2.126 veículos, tudo isso com um único ‘mandado de busca coletivo’. ‘Eles entram atirando’ era uma frase constantemente repetida aos delegados da Anistia Internacional."
O documento da AI será tema de uma campanha mundial de um ano, para solicitar apoio às organizações que atuam em defesa dos direitos humanos no Brasil e na campanha da entidade para que os governos adotem políticas internas de controle da venda de armas de fogo e também de uma política mundial para isso. Ele está disponível em diferentes línguas no portal da entidade na página da internet www.amnesty.org

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home