.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, dezembro 15, 2005

Deputado petista pretende questionar votação que absolveu Romeu Queiroz

Deputado petista pretende questionar votação que absolveu Romeu Queiroz. A notícia é de Luciana Vasconcelos e Marcela Rebelo, repórteres da Agência Brasil:
Braslía - A votação do plenário da Câmara dos Deputados que absolveu o deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) foi questionada pelo deputado Mauro Passos (PT-SC). Segundo ele, o deputado Osvaldo Biolchi (PMDB-RS), fez "boca-de-urna", ao distribuir cédulas marcadas com voto negativo a cassação. "Ele estava distribuindo votos prontos para os demais deputados. Uma atitude totalmente indevida, imprópria e condenável. Eu acho que isso não pode ficar sem resposta", afirmou. O deputado pretende questionar a atitude de Biolchi na Corregedoria da Casa. O parlamentar do PMDB considerou "descabida" a acusação de Passos e afirmou que não fez boca-de-urna. "Quando eu saí da cabine, com empurrões, minha cédula da mão caiu no chão. Quando fui procurar, não achei mais. Tirei a outra do bolso e fui com aquela mesmo", disse ao se defender das acusações de Mauro Passos. O pedido que originou a abertura do processo disciplinar contra o deputado mineiro foi apresentado pelo PL. O relator substituto, deputado Nelson Trad (PMDB-MS), havia defendido a cassação sob o argumento de que Queiroz cometera um "deslize indesculpável" ao intermediar o recebimento de R$ 450 mil para o PTB e para candidatos do partido às eleições municipais em 2004. O dinheiro foi repassado, em nome do petebista, pelas empresas de Marcos Valério – parte a pedido do PT (R$ 350 mil), parte a pedido da empresa Usiminas (R$ 102 mil). Trad substituiu o relator Josias Quintal (PSB-RJ), que sofreu um infarto nesta semana.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home