.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

segunda-feira, maio 29, 2006

Presidente afirma que chegou momento de governantes resolverem impasse na OMC

Notícia de Érica Santana, repórter da Agência Brasil:
Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, durante seu programa de rádio semanal - transmitido pela Rádio Independente - que é hora de tomar uma decisão política em relação à questão agrícola na Organização Mundial do Comércio (OMC). Segundo ele, o prazo para as negociações técnicas entre os países está chegando ao fim e agora a solução cabe aos presidentes e primeiros-ministros. "Eu acho que nós temos que trazer para o fórum político e tomar uma decisão: se queremos ou não queremos dar uma certa guinada no mundo para melhorar a posição dos países pobres, para diminuir a violência, para diminuir a pobreza, para diminuir o terrorismo e para aumentar a riqueza desses países’, disse Lula no programa Café com o Presidente. Está marcada para julho, lembrou o presidente, uma reunião do G 8 (grupo que reúne os sete países mais ricos do mundo e a Rússia) em São Petersburgo com alguns convidados, entre eles o Brasil. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, a cúpula ampliada do grupo está marcada para o período de 15 a 17 de julho e deve discutir, entre outros temas, a segurança energética internacional, a luta contra doenças infecciosas e o desenvolvimento da educação.
Lula se declarou disposto "a ir a qualquer lugar para ver se nós apresentamos ao mundo um alento". "Quando eu falo isso, eu não estou reivindicando só ganhos para o Brasil, porque o Brasil já tem uma agricultura competitiva", comentou o presidente. "Eu falo muito mais pelos países mais pobres. Por exemplo, tem países da África que só têm o algodão para exportar. Se os Estados Unidos ficam dando subsídio para o algodão, essa pessoa [o agricultor de um país africano] não vai conseguir exportar o seu algodão." O presidente disse estar otimista em relação à possibilidade de um acordo na área agrícola, que, segundo ele, daria "uma nova cara para a geografia comercial do mundo".
No programa de rádio, Lula afirmou também que o Brasil tem todas as condições de ir para a final da Copa do Mundo da Alemanha, desde que os jogadores brasileiros tenham humildade e vontade.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home