.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, maio 15, 2008

SOS Criança já recebeu 1.111 denúncias de violência contra crianças este ano

O caso da menina de 12 anos que era mantida presa e espancada pela mãe de criação em Ponta Porã, chama a atenção para os números progressivos de violência contra a criança em Mato Grosso do Sul. Só este ano já foram recebidas 1.111 denúncias no SOS Criança, órgão do governo do estado. Segundo a coordenadora Marli Tonete, de todos os casos confirmados, cerca de 30% são de violência física contra as crianças, sempre de membros da própria família. E a maioria das vítimas são meninas entre 7 e 12 anos.

O número de denúncias recebidas deve ser maior que de 2007, quando foram registradas 1.482 registros nos primeiros seis meses. “Como ainda estamos no mês de maio e já foram mais de 1.100 denúncias, acredito que os números serão maiores este ano”, relata Marli Tonete.

A coordenadora explica que muitos casos não procedem porque as pessoas repassam endereços incorretos, o que atrasa e as vezes impede o flagrante. “É importante que as pessoas dêem referências para agilizar o trabalho”, destaca.

A menina encontrada em Ponta Porã era espancada diariamente. Ela foi encontrada com ferimentos graves, pois sofria agressões a socos, com golpes de rodo e até facadas. A criança está sob tutela do Conselho Tutelar, no Centro de Referência Especializada de Assistência Social, recebendo acompanhamento psicológico. A Polícia Civil indiciou a mãe de criação por tortura qualificada, por se tratar de adolescente, e, se condenada, ela pode pegar até oito anos de reclusão.

O SOS Criança atua pelo Disque Denúncia, que é o 0800-647 1323 e o 3381 6000, além do Disque 100, que é nacional. Atualmente está atendendo no Criac (Centro Integrado de Proteção à Criança e ao Adolescente), que fica na Rua Arquiteto Vila Nova Artigas, s/n, no Aero Rancho, ao lado do HR (Hospital Regional Rosa Pedrossian).

As informações são de Daniela Benante, do Notícias.ms.gov

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home