.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quarta-feira, abril 19, 2006

Londres diz que alianças serão definidas em conjunto

Londres diz que alianças serão definidas em conjunto pelo PL e não de forma isolada. A notícia é de Eli Morais de Brites, de Campo Grande:

A política de aliança do Partido Liberal (PL) em Mato Grosso do Sul somente ocorrerá após definição em nível nacional, disse ontem (18) o deputado estadual Londres Machado, presidente regional da legenda, acrescentando que a convenção estadual sacramentará os rumos da agremiação partidária. "Não será o Londres quem vai definir. Será o partido como um todo", afirmou. Segundo ele, enquanto isso não ocorrer, tudo o que for falado não passará de "especulações". "O que existe de concreto é que o PL já disse que vai decidir por meio das suas instâncias superiores. Vamos ouvir prefeitos, vereadores e aqueles que têm direito a voto no partido. Vamos, antes, fazer uma consulta prévia aos nossos correligionários", frisou.
A respeito das declarações de representantes de outros partidos sobre as eventuais alianças do PL, Londres disse que "cada um faz seu jogo. É natural que cada um dá entrevista de acordo com seus interesses pessoais. Nós não estamos levando em conta o interesse pessoal e sim do partido". O dirigente da legenda liberal, quando questionado sobre as manifestações do presidente regional do PT, Mariano Cabreira, a respeito de coligação envolvendo o PL frisou que o petista seria uma voz isolada. "O PT é um partido que tem segmentos, é democrático. Acho que tem um colegiado forte para dizer o que o partido tem de fazer".
Exemplificando, disse que o PT chegou até discutir as prévias. "Se o Zeca (governador José Orcírio dos Santos) fosse candidato ao Senado falava-se que a Elza (ex-presidente petista Elza Jorge), disputaria internamente com ele. O PT é composto de várias correntes de idéias. Isso acho que tem de ser ouvido. Isso aí não é tão fácil, o Mariano (Cabreira) falar em nome do partido". Ainda a respeito de aliança, Londres questionou: "Quando se concretiza uma coligação? Quando o partido "A" faz um ofício para o partido "B" dizendo ‘queremos coligar’. É nesse momento que se dá início a coligação. Essa carta será levada para os convencionais e eles aprovam. Não houve nada disso. É tudo especulação, conversa".
Londres Machado afirmou que o PL está "tranquilo". Disse que o PL tem sua Executiva, "não é simplesmente uma comissão provisória. Nós temos um diretório formado, não é só por seis pessoas. O PL é formado por diretório. Vamos decidir juntos".
Cargos – Com relação a uma eventual aliança, no futuro, com partidos adversários do PT, Londres Machado disse que o PL entregaria os cargos que mantém no Governo do Estado. "Claro que entregaremos os cargos. Pelo menos temos que ter um gesto neste sentido e, aí, a decisão será do governador".

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home