.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, abril 17, 2008

Exclusivo Rede Jovem Pan Sat: Depoimento da mãe de Isabella

O blog publica o depoimento da mãe de Isabella Oliveira Nardoni, morta depois de ser jogada de um prédio em São Paulo.
O material é exclusivo da Rede Jovem Pan Sat, que tem a rádio Independente de Aquidauana como afiliada no Pantanal Sul e sudoeste de Mato Grosso do Sul.

Leia abaixo:

No depoimento feito pela mãe de Isabella Oliveira Nardoni, Ana Carolina Cunha de Oliveira, à Polícia Civil, no dia 2 de abril, ela afirmou que não descarta que o casal esteja diretamente envolvido no assassinato de Isabella Oliveira Nardoni, no dia 29 de março.
Quando foi avisada, perto da meia-noite daquele dia, Ana Carolina estava em um local próximo do Edifício London e chegou rapidamente ao local, percebendo que Anna Carolina Jatobá, madrasta de sua filha, responsável pela ligação que lhe avisou da queda pela janela, estava muito nervosa e desferia palavrões em seqüência.
Ana Carolina teria pedido, em determinado momento, para que a madrasta se calasse, sendo então xingada por Alexandre Nardoni, pai da garota. No velório, ela ouviu a mãe de Alexandre mencionar que seu filho não tinha culpa e que o bandido deveria ser morto. Ela recebeu um abraço inexpressivo de Ana Carolina, que reclamou, pois a mãe nem havia ligado para sua filha no dia da morte. Alexandre não teria falado com a mãe da garota em nenhum momento.
A depoente confirmou que conheceu o pai de Alexandre em 1999, e Isabella nasceu durante o relacionamento dos dois. Antes do nascimento da menina, os dois ficaram separados por dois meses, porque ele supostamente teria traído Ana Carolina.
Alexandre teria conhecido Anna Carolina Jatobá, madrasta de Isabella, quando entrou na faculdade de Direito. Até o nascimento de Isabella, tudo foi comum e se separaram onze meses após o nascimento da filha, quando ela teve certeza da traição.
A filha do casal, segundo a mãe, não era agredida pelo pai e foi matriculada em um colégio com um ano e quatro meses. Como o pai era contrário à idéia, os dois discutiram e ele chegou a ameaçar Ana Carolina e sua mãe de morte.
A madrasta de Isabella teria discutido com a mãe da criança antes de uma viagem ao Guarujá, sendo que logo após a briga, Cristiane Nardoni, irmã de Alexandre, a teria agredido verbalmente. Depois, Ana Carolina foi ao Guarujá buscar sua filha, sendo atendida por Cristiane, que acalmou a situação.
Segundo ela, nunca houve falta do pagamento da pensão alimentícia, apenas uma revisão para baixo no valor que deveria ser recebido. Anna Carolina teria ciúmes da mãe de Isabella, inclusive causando uma briga entre a madrasta e o pai da garota após um telefone da mãe para sua filha, que se encontrava na residência do casal.
Ela garantiu que os pais de Alexandre sempre eram chamados para resolver os assuntos envolvendo a mãe de Isabella e o pai da garota. As visitas eram recorrentes e nunca houve problemas, apenas pequenas mordidas e marcas arroxeadas.
Quando questionada, Isabella dizia que havia brigado com seu irmão, sendo que os pais sempre separavam os dois. A madrasta da criança tinha um bom relacionamento com a menina, mas sentia ciúmes exacerbados da mãe.

Para ler e ouvir a reportagem exclusiva da Rede Jovem Pan Sat, clique AQUI

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home