.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, maio 23, 2008

Senadores aprovam requerimento de profundo pesar pela morte de Jefferson Péres

[Foto:]

Antes do encerramento da sessão de hoje, em sinal de luto pelo falecimento do senador Jefferson Péres (PDT-AM), os parlamentares aprovaram um requerimento de pesar pela morte do colega. O voto de profundo pesar também determina a apresentação de condolências à família e ao estado do Amazonas, além do "levantamento" da sessão.

Após aprovar o requerimento, o presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho, leu trecho do último discurso feito por Jefferson Péres no Senado, na quarta-feira (21). Na ocasião, ele assumiu a tribuna pela liderança do PDT e informou que trataria, a pedido de eleitores do Amazonas, de um artigo publicado no jornal The New York Times sobre a possibilidade de soberania relativa do Brasil sobre a Amazônia, que poderia ficar sob jurisdição internacional no futuro.

No discurso, Jefferson dizia que os brasileiros dão muita importância ao que é publicado em jornais norte-americanos e europeus. E ironizou: "Pergunto-me se um membro do Congresso americano subiria à tribuna para comentar matéria publicada em jornais brasileiros". O senador disse, porém, que resolveu tratar do assunto por ver muitos brasileiros preocupados, mandando e-mails e faxes ao seu gabinete, pedindo que o parlamentar desse uma resposta àquele jornal.

"Antes de reagirmos enraivecidos ou com medo, devemos replicar com bom humor, no mesmo tom, respondendo ao correspondente do jornal o que o senador Cristovam Buarque [PDT-DF] disse em uma universidade americana quando um universitário perguntou sobre a possibilidade de internacionalização da Amazônia. Cristovam disse que até concordaria em debater a internacionalização se os Estados Unidos aceitarem debater a internacionalização da Califórnia, uma região ameaçada por estar sobre a falha geológica de San Andrews. Será que os Estados Unidos estarão cuidando bastante da Califórnia para evitar essa catástrofe? Será que a ONU não poderia cuidar disso? E o Alaska, onde se faz exploração de petróleo com grande risco de acidentes ambientais?", disse da tribuna.

Jefferson Péres argumentou então que talvez se pudesse também considerar Paris importante demais para ser apenas de soberania francesa.

"Poderíamos responder assim a todos os países. Não se pode levar a sério a tese da internacionalização da Amazônia. Meus compatrícios, deixem de se assustar tanto com a suposta internacionalização da Amazônia. Isso não vai acontecer. Mas, por favor, acionem as autoridades brasileiras para cuidar melhor da região. Tenho medo é da cobiça nacional sobre a Amazônia, da cobiça dos madeireiros, dos pecuaristas e outros que podem provocar o holocausto na região. Por favor autoridades brasileiras, voltem-se para a região amazônica", concluiu o parlamentar em seu último pronunciamento.

O presidente Garibaldi destacou que não houve tempo nem para que as notas taquigráficas pudessem ser revistas por Péres, que faleceu de infarto fulminante na manhã dessa sexta-feira na casa dele em Manaus.

As informações são de Silvia Gomide, da Agência Senado

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home