.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Da série "Rir (ainda) é o melhor remédio": Lula homenageia Mozart

Castilho (SP), Agência Brasil - Presidente Lula brinca com um violino após ser recepcionado por uma orquestra de jovens músicos no assentamento Nossa Senhora Aparecida. (Foto Ricardo Stuckert/PR)

Comentário do blog: Estou quase chegando à conclusão que o melhor de tudo ainda é sorrir. Manter o bom humor diante de tudo o que acontece no nosso querido Brasil varonil.
Mesmo não sendo humorista - confesso não ter o menor talento para esse nobre ofício - arrisco uma texto novo e fictício, claro - substituindo o original da Agência Brasil -, para a foto publicada acima:

"__ Companheirada do assentamento, quem é que disse que eu não sou um homem culto? Estou aqui, com vocês, nesta sexta-feira de sol forte que me faz suar muito - vejam a minha camisa - para prestar uma sincera homenagem ao grande compositor Wolfgang Amadeus Mozart, cujo aniversário de 250 anos de nascimento, em 1756, é comemorado hoje, dia 27 de janeiro.
Tocando este violino que me emprestaram - e garanto que muita gente da elitezinha metida a besta que conspira contra mim não imaginava que eu tocava música clássica, mesmo não tendo em mãos um legítimo Stradivarius - aproveito para lembrar uma cena do filme do filme 'Amadeus', que assisti anos atrás, em 1984 ou 85, quando Mozart dizia ao também maestro Salieri, que morria de inveja dele: 'A genialidade jamais será superada pela mediocridade.'
Isso vale hoje em dia, companheirada, para todos esses políticos da oposição que insistem em me criticar. São invejosos e medíocres que têm raiva de mim porque cheguei à Presidência da República, vindo lá de baixo e depois de chegar a São Paulo num pau de arara.
Mas eles jamais superarão a minha genialidade nessa política que faço todos os dias para ajudar e melhorar a vida do povo mais humilde. Para essa elitezinha retrógrada e burguesa, repito aqui, no original em inglês, o que Mozart disse ao rei no filme Amadeus, do grande Milos Forman: 'Forgive me, Majesty. I am a vulgar man! But I assure you, my music is not.'
Calma, companheiros, eu traduzo em bom português que eu falo e que o povão entende: 'Perdoe-me, elite brasileira que parece ter o rei na barriga. Posso ser um homem sem diploma universitário, mas a minha política não é vulgar nem rude, principalmente nas ações voltadas às camadas mais pobres e miseráveis.'
Como já disse antes, a minha cara não é a da Zona Sul do Rio nem da Avenida Paulista. Tenho a cara do povo sofrido, dos trabalhadores como vocês, companheiros e companheiras aqui do assentamento Nossa Senhora Aparecida."

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home