.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

Artigo de Luiz Leitão: A ascensão de Lula e a queda do tucanato

Publico abaixo artigo recebido de Luiz Leitão, colaborador do blog e do site Pantanal News:

A ascensão de Lula e a queda do tucanato
Por Luiz Leitão (*)

A pedido de um leitor do Mato Grosso, tento comentar aqui as razões da ascensão de Lula nas pesquisas. Vários editoriais têm dito que isto se deve ao fato de que ele está em franca campanha, sem assumir que é candidato. Pode ser uma parte da verdade, dizem que em política vale tudo e a ética não costuma freqüentar os palanques.

Mas também não custa observar que do PSDB, que, se ao contrário do PT, nunca se declarou ser a quintessência da virtude, mas também sobre seus integrantes não pesavam suspeitas graves, fora um ou outro caso isolado, agora se pode dizer que a coisa ficou preta para o lado deles, primeiro com as denúncias do esquema mineiro que teria inaugurado o valerioduto muito antes do PT nele se envolver, mais especificamente na figura do então candidato (derrotado) ao governo mineiro, o hoje senador Eduardo Azeredo.

Bem é de ver que se todos condenamos a forma como o PT tentou obstar as CPIs - um esforço inútil, porque sou da opinião de que estas comissões são puro teatro, protagonizado por atores de ambos os lados, oposição e governo – também deve ser objeto de sérios reparos essa vã tentativa de encobrir apurações e menções a Azeredo no relatório da CMPI dos correios, com o beneplácito de seu relator. Com alguma pressão da sociedade, é possível que ele seja mencionado, mas é de duvidar que a tal menção seja lá muito substanciosa.

Então, Lula cresce porque faz campanha, mas cresce também pelo desencanto da população à possível alternativa a Lula, o anti-Lula José Serra, ou mais comedido e menos conhecido Geraldo Alckmin, governador de São Paulo. Posso estar enganado, mas há um sentimento de insegurança a respeito dos possíveis candidatos tucanos por causa da lista de Furnas, e, permanecendo dúvidas a respeito de sua autenticidade, na dúvida, o eleitor fica com Lula.

No Portal do jornal O Estado de S. Paulo, uma pesquisa pergunta se o leitor acha que Lula está fazendo propaganda eleitoral, e mais de 60% discordam, o que contraria frontalmente as opiniões de tantos e tantos editoriais, artigos, blogs e colunas.

As denúncias envolvendo o senador Antero Paes de barros (PSDB-MT) foram outra bomba que explodiu no ninho tucano, lendo os jornais mato-grossenses, percebe-se uma grande solidariedade da população para com o juiz federal Julier Sebastião da Silva, que tem atuado fortemente contra o crime organizado no Estado, onde dominava o tal Comendador, apelido do ex-policial João Arcanjo Ribeiro, que, todavia, além de maracutaias financeiras favorecendo o PSBD, teria também ligações com o esquema de Santo André (SP), o caso Celso Daniel.

Tem mais coisa no MT, envolvendo a assembléia legislativa, não sei ao certo que está envolvido, mas foi preciso que os procuradores do Estado fossem à presença do presidente do STJ -Superior Tribunal de Justiça pedir-lhe que cassasse uma liminar do tribunal de Justiça do MT que “trancava” 140 inquéritos.

Pois é, o PSBD perdeu a aura de santo que nunca chegou a ter, mas também jamais havia carregado a tão forte pecha de farinha do mesmo saco. Há dois focos de infecção no PSDB: Minas Gerais e agora Mato Grosso, não seria melhor pôr tudo em pratos limpos, ou seja, purgar as feridas, expulsar os indesejáveis?

Como Lula tem tido algum sucesso em desgarrar sua imagem do partido, ele fica isento de toda esta confusão, livre, leve e solto para fazer campanha 365 dias por ano, embora a os eleitores não vejam sua atuação como campanha. Mantendo-se este andar da carruagem e não havendo nenhuma outra derrapada petista, não será surpresa se Lula vencer já no primeiro turno. Vox populi, vox Dei (a voz do povo é a voz de Deus), quem manda, afinal, é o eleitorado.

(*) Luiz Leitão, articulista político, Brasil.
luizleitao@ebb.com.br

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home