.comment-link {margin-left:.6em;}

Blog do Armando Anache e "A luta de um repórter ..." http://aaanache.googlepages.com/home

"Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer" (Armando Anache) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa) "Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último" (Thomas Jefferson)

Minha foto
Nome:
Local: Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brazil

Jornalista (MTb 15083/93/39/RJ) formado pela PUC-RJ em 1987 e radialista (MTb 091/MS)- Produtor de programas de rádio e repórter desde 1975; cursou engenharia eletrônica na UGF (Universidade Gama Filho, RJ) em 1978; formado pelo CPOR-RJ (Centro de Preparação de Oficias da Reserva), 1979, é oficial R/2 da reserva da arma de Engenharia do Exército; fundador e monitor da rádio PUC-RJ, 1983; repórter e editor do Sistema Globo de Rádio no Rio de Janeiro (1985 a 1987); coordenador de jornalismo do Sistema Globo de Rádio no Nordeste, Recife, PE(1988/1989);repórter da rádio Clube de Corumbá, MS (1975 a 2000); correspondente, em emissoras afiliadas no Pantanal, da rádio Voz da América (Voice Of America), de Washington, DC; repórter da rádio Independente de Aquidauana, MS (www.pantanalnews.com.br/radioindependente), desde 1985; editor do site Pantanal News (www.pantanalnews.com.br) e CPN (Central Pantaneira de Notícias), desde 1998; no blog desde 15 de junho de 2005. E-mails: armando@pantanalnews.com.br ; armandoaanache@yahoo.com

quarta-feira, março 01, 2006

Rádios transmitem ao vivo o carnaval de Anastácio

Fotos de Armando Anache/Pantanal News
No camarote da Rádio Independente no "Carnaval da Alegria 2006", o comandante do 7.º Batalhão de Polícia Militar, major Godoy, informa que o clima é de tranqüilidade no fim de semana de folia.
A ocorrência mais grave foi um assassinato, em Anastácio, na noite da terça-feira de carnaval. Um menor de idade foi esfaqueado e morto depois de uma discussão que começo dentro de uma casa, distante do local onde era realizado o carnaval de rua. A polícia suspeita de ligação dos envolvidos com o tráfico de drogas.

Colega da equipe de esportes da Rádio Difusora de Aquidauana, Sady Soares, atuou como apresentador oficial do "Carnaval da Alegria 2006", em Anastácio, na margem esquerda do rio Aquidauana e a 135 quilômetros de Campo Grande.

Folião e ouvinte da Rádio Independente observa um dos equipamentos usados nas transmissões ao vivo desde a Rua João Leite Ribeiro, onde aconteceu o "Carnaval da Alegria 2006", promovido pela prefeitura de Anastácio.

Colegas da Rádio Difusora de Aquidauana, no camarote ao lado da Rádio Independente: o "decano" do rádio e cronista esportivo Mauro Lúcio Ortiz e Plínio de Góes, durante as transmissões ao vivo direto de Anastácio.

Num intervalo para a folga e a água, não muito gelada, para não prejudicar as cordas vocais, a confraternização dos radialistas da Rádio Independente, Antonio Pinto; e da Nova Difusora, cronista esportivo, comunicador e operador de rádio (dos bons, que vibram!) Plínio de Góes.

Comentando o carnaval de rua de Anastácio, pela Rádio Independente, Antonio Pinto e Loridane da Silva.

Radialista Plínio de Góes entrevista integrante da secretaria de saúde de Anastácio, responsável pela distribuição de "camisinhas" aos foliões do "Carnaval da Alegria 2006", promovido pelo prefeito Cláudio Valério e equipe.

Leonel Ramos, da FM Pan, entrevista o Rei Momo de Anastácio, João Crispim, 47 anos e 120 quilos de muita alegria. Ao fundo, o camarote da Rádio Independente, com Antonio Pinto e Valmir Amaral.

No camarote montado pela prefeitura de Anastácio, na Rua João Leite Ribeiro, o nosso "decano do rádio", Mauro Lúcio Ortiz, da Rádio Difusora, descansa num dos momentos de folga. Nesta madrugada de quarta-feira de Cinzas, na pista da Passarela do Samba em Aquidauana, eu comentava sobre a diferença de infra-estrutura oferecida à imprensa nas duas cidades.
O experiente "decano" Ortiz concordou e disse: "Aqui em Aquidauana, nem ao menos uma mesinha com uma cadeira foi oferecida para nós, que trabalhamos na cobertura do carnaval; copo com água, então, nem pensar!"
O vibrante "decano" permaneceu o tempo todo em pé - durante duas noites e duas madrugadas - na Avenida Doutor Sabino, a passarela do samba de Aquidauana que, ao contrário de Anastácio, não ofereceu maiores recursos de infra-estrutura para os profissionais da imprensa.
Fica aqui a sugestão para que, no ano que vem, sejam feitos camarotes ou cabines para as transmissões ao vivo pelas emissoras de rádio.
Afinal, como sempre digo, "respeito é bom e não faz mal a ninguém." Infelizmente, a falta de respeito em relação aos profissionais de imprensa tem se tornado uma constante em Aquidauana. Na Pantaneta do ano passado - o carnaval fora de época - a imprensa chegou a ser barrada na entrada da área cercada pela prefeitura e promotores do evento, que rende muito dinheiro a uns poucos privilegiados que, depois da folia, vão embora e deixam o lixo todo jogado na cidade. A prefeitura, muito "boazinha", limpa tudo. Com muita obediência e submissão a interesses até agora não muito bem explicados.
Vou aguardar e acompanhar.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home